Animal Crossing: New Horizons vítima de review bombing no Metacritic

O motivo é a limitação de permitir apenas uma ilha por consola.

O review bombing tem sido uma das tácticas mais usadas pelos consumidores para mostrar o seu desagrado com alguma coisa. A vítima mais recente desta táctica é Animal Crossing: New Horizons.

Embora o jogo tenha recebido uma aclamação praticamente universal, existe uma limitação que está a irritar os consumidores que querem partilhar a sua cópia com familiares que vivem na mesma casa.

No Metacritic já existem actualmente 167 reviews negativas dos utilizadores (quase tantas como as positivas). O comentário do utilizador rafilks182 explica bem a frustração dos consumidores com a limitação imposta pela Nintendo.

"Eles fizeram um marketing deste jogo como uma experiência social, um jogo para partilhar com os teus amigos e família, mas existe um senão: precisas de uma Nintendo Switch por cada jogador para obter a experiência completa," escreveu o utilizador.

"Comprei este jogo para partilhá-lo com a minha namorada, mas o primeiro jogador é considerado como o fundador da ilha, e é ele que vai progredir na história, desbloquear coisas e fazer todas as coisas fixes. O segundo perfil da Nintendo Switch será meramente um aldeão, com pouco impacto no jogo e não consegue progredir sem o progresso do fundador."

"O jogo foi arruinado por ganância, queres ter a experiência completa? Compra duas cópias do jogo e duas Nintendo Switch. Sim, é isso o que a Nintendo requer para jogar um jogo social, se quiseres ser social."

A limitação de permitir apenas uma ilha de Animal Crossing por cada Nintendo Switch e por cada cópia do jogo já tinha sido anunciada antes do lançamento. A ideia da Nintendo é colocar as pessoas a cooperar na mesma ilha, no entanto, como jogadores todos gostamos de ter o nosso ficheiro de gravação e de poder experimentar um jogo sem a interferência de outros.

Outro comentário, escrito pelo utilizador juvell, elogia o jogo, mas constata que não pode desfrutar completamente do jogo no papel de segundo jogador.

"O single-player parece fantástico, contudo, como o segundo jogador nesta consola, este jogo é um desperdício de tempo e energia. Até que o cooperativo seja corrigido, não me consigo imaginar a desfrutar deste jogo. Essencialmente sou apenas um NPC."

Será que a Nintendo vai ouvir estas críticas e alterar a limitação de apenas uma ilha por consola e por cópia?

Publicidade

Salta para os comentários (26)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Xbox Game Pass perderá 8 jogos a 15 de Abril

Prey, Valkyria Chronicles e mais.

Valorant já bate recordes no Twitch

Mais de 1.7 milhões de pessoas assistiram a streams da beta.

CD Projekt confiante na data de Cyberpunk 2077

Acreditas que chega mesmo em setembro?

Falta de stock da Switch força clientes a comprar outras consolas

A Nintendo está com dificuldades em satisfazer a procura.

Comentários (26)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários