PS5: a Sony não mostrou o que os fãs queriam

A apresentação de ontem foi uma má jogada de marketing e comunicação.

Ontem a Sony revelou, depois de um longo período de silêncio, as especificações da PS5. Era um momento altamente aguardado pelos fãs e por toda a indústria dos videojogos, mas para a maioria, transformou-se numa apresentação anti-climática e em grande parte incompreensível. A Sony optou por revelar as especificações da PS5 numa apresentação de 50 minutos de Mark Cerny, o arquitecto da PS4 e agora da PS5.

O propósito original desta apresentação era aparecer na Games Developer Conference, um evento para pessoal da indústria - programadores, artistas, engenheiros, designers, etc - com a capacidade de compreender o discurso altamente técnico de Mark Cerny. Com o evento adiado devido ao coronavírus, a Sony alterou os planos e lançou a apresentação das especificações num vídeo em directo de 50 minutos.

Embora a Sony tenha cumprido o prometido, revelando as especificações da PS5, os fãs sentiram-se desiludidos com a apresentação. A razão é simples: a Sony falhou em estar em sintonia com o público geral. Permanecer meses em silêncio e depois promover e divulgar um vídeo com 50 minutos de discurso ininteligível para o público geral, não mostrando nem a consola nem como esse discurso técnico se converte em melhorias na experiência do utilizador, é uma má jogada de marketing e de comunicação.

"A Sony falhou em estar em sintonia com o público geral"

O problema não está na apresentação da PS5, mas na falta de complementos

A apresentação de Mark Cerny da PS5 foi importante e tem relevância. Por exemplo, ficamos a saber que a PS5 terá um disco SSD que consegue carregar dados tão rápido que pode mudar a forma como os jogos são desenhados. Também sabemos agora será retrocompatível no lançamento com os 100 jogos mais populares da PS4 e que terá um motor de áudio altamente imersivo, com suporte para centenas de fontes de som. Tudo isto é entusiasmante, mas faltaram exemplos concretos, elementos audiovisuais que mostrassem como estas coisas que acabamos de referir se aplicam em exemplos reais.

ps5_logo
Até agora a Sony limitou-se a mostrar o logo da PS5. Ainda não conhecemos o aspecto final da consola.

O sentimento de desilusão torna-se maior quando a concorrência - a Microsoft com a sua Xbox Series X - já revelou até agora mais informações e com uma comunicação mais clara e acessível para o público geral. Para além de já conhecermos as especificações da Xbox Series X, a Microsoft divulgou o aspecto final da consola há meses e tem exemplos em vídeo de como funcionam novidades como o Quick Resume. Certamente que a Sony tem um plano de comunicação da PS5 traçado para os próximos meses, mas esta primeira investida deveria ter sido adaptada e transformada mediante o que a concorrência mostrou até agora e perante o público que ia assistir à apresentação em directo.

"O sentimento de desilusão torna-se maior quando a concorrência já revelou até agora mais informações e com uma comunicação mais clara e acessível para o público geral"

ps5_devkit
O devkit da PS5 é a única imagem que existe da consola, mas o design final deverá ser completamente diferente.

Como actual líder da geração - a PS4 é a consola mais vendida com quase 109 milhões de unidades - e como uma marca que usa o lema "This is for the players", a Sony devia ter feito melhor figura nesta apresentação. Resta-nos agora esperar por mais novidades da PS5, como o design da consola, o novo comando e, claro, qual será o custo para os consumidores, algo que a Microsoft também não revelou até agora.

Publicidade

Salta para os comentários (141)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Xbox Game Pass perderá 8 jogos a 15 de Abril

Prey, Valkyria Chronicles e mais.

Valorant já bate recordes no Twitch

Mais de 1.7 milhões de pessoas assistiram a streams da beta.

CD Projekt confiante na data de Cyberpunk 2077

Acreditas que chega mesmo em setembro?

Falta de stock da Switch força clientes a comprar outras consolas

A Nintendo está com dificuldades em satisfazer a procura.

Comentários (141)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários