GOG não avisou criadores da nova política de reembolso e muitos temem que abusem dela

Dizem que estão preocupados e nada podem fazer.

A GOG anunciou mudanças na sua política de reembolso como uma declaração de confiança nos consumidores e isso não está a ser bem aceite por alguns criadores, que temem as implicações disto.

A nova política de reembolso na GOG permite a um cliente pedir de volta o dinheiro até um período de 30 dias após a compra e sem qualquer restrição de tempo de jogo. Comparado com a política do Steam, até 14 dias após a compra e um máximo de 2 horas de jogo, este é uma política mais amigável consumidor que deixará muitos clientes contentes.

No entanto, diversos criadores começaram a manifestar a sua preocupações com o que isto poderá representar para diversos jogos, especialmente porque nem sequer foram contactados pela loja sobre a decisão.

O Eurogamer contactou diversos criadores e questionou-os sobre as suas preocupações com esta nova política e uma das maiores é o que poderá resultar dela, quando combinada com a política DRM-free da GOG.

Mike Rose, da No More Robots, diz que contactou a GOG e a loja respondeu que esta foi uma reacção ao feedback negativo dos seus consumidores sobre a política de "não aceitamos pedidos de reembolso".

No entanto, Rose explica que os jogadores podem simplesmente comprar o jogo, descarregá-lo para o disco rígido, pedir o dinheiro de volta e uma vez que está livre de DRM, poderá continuar a jogá-lo.

Rose diz ainda que além de não estabelecer um meio termo, como o limite de 2 horas de jogo do Steam, a falta de DRM significa que a GOG não consegue saber se o jogador está a jogar o jogo e quanto tempo o jogou.

"Quem precisa de 30 dias para decidir se gosta de uma coisa? Podes terminar um jogo diversas vezes em 30 dias," diz Rose. Este sentimento é apoiado por diversos outros criadores que não acreditam que alguém precisa de 30 dias para decidir se gosta do jogo.

No entanto, os criadores também estão aborrecidos porque não foram informados antecipadamente disto e que estas mudanças não são comunicadas às pessoas mais interessadas nelas.

"Sempre que a GOG ou Steam aplicam mudanças nas suas lojas, não somos consultados," diz Ragnar Tørnquist da Red Thread Games.

"Descobrimos pouco depois de serem aplicadas, mas neste caso em particular, nem um aviso da GOG. Descobri sobre a nova política de reembolso quando o mundo descobriu sobre a nova política de reembolso. Isto é assustador!"

Em sua defesa, a GOG diz que a mudança se aplica a todos os jogos que vende, mas que manterá os acordos já estabelecidos com as diversas companhias com quem colabora.

"É essencial assegurarmos que o trabalho que é feito para desenvolver estes espantosos jogos é protegido e que os criadores são tratados com o respeito que merecem. É por isso que com esta actualização introduzimos medidas adicionais para proteger os seus jogos, incluindo a moderação manual de todos os pedidos de reembolso, a opção de recusar pedidos de reembolso e mais."

Publicidade

Salta para os comentários (26)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

The World of Cyberpunk 2077 é o livro que explica o mundo do jogo

Resultado de uma parceria da Dark Horse e CD Projekt.

Cyberpunk 2077 trata consolas como plataformas de primeira classe

A CD Projekt RED assegura grande qualidade para a Xbox One e PS4.

Control - lista das Weapon Forms, como desbloquear e fazer upgrade a Special Weapon Forms

O nosso guia para actualizar e desbloquear novas Weapon Forms para a Service Weapon em Control.

Comentários (26)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários