Google diz que precisa de tempo para o Stadia alcançar todo o seu potencial

Diz que isso é normal.

A Google lançou o Stadia no final de 2019, um serviço de streaming de jogos afectado por alguns problemas e estranhas decisões, mas a companhia diz que com o tempo alcançará a qualidade que deseja.

Andrey Doronichev, gestor de produto, disse recentemente que a companhia está apenas a começar e com o tempo alcançará essa ambiciosa visão, dando o exemplo do YouTube para o que a Google consegue.

Doronichev comentou, via Wccftech, que não existe qualquer problema nisto pois é assim que vão evoluir e melhorar o serviço.

"Avançamos e anunciamos a nossa visão, que é enorme e nos demorará tempo para lá chegar. Não tem problema. Isto é bom. É disto que se trata, certo?"

"Não se trata de melhorias mínimas, não se trata de uma funcionalidade específica, é sobre uma grande e arrojada declaração para a nossa direção. Vamos para lá com muita confiança."

O Google Stadia chegou a cerca de 15 países a meio de novembro de 2019 e desde a seleção de jogos mensal ou a necessidade de comprar jogos além de pagar a subscrição tem sido algumas das maiores críticas.

De momento, o Google Stadia não está disponível em Portugal ou Brasil.

Salta para os comentários (12)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

9 jogos indie anunciados para a PS5 / PS4

Shuhei Yoshida quer que a consola seja o melhor sítio para jogar indies.

Kojima trabalha em novo conceito e fãs acreditam que é sequela de Death Stranding

Um desenho na secretária dele está a gerar especulação.

Também no site...

Comentários (12)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários