Os jogos mais aguardados de 2020

Muito hype e entusiasmo para os próximos meses!

Cyberpunk 2077 - 16 de Abril

  • Plataformas: PC, Xbox One, PS4 e Google Stadia

Todos estamos ansiosos para jogar o próximo jogo dos produtores de The Witcher 3. Cyberpunk 2077 é um RPG que nos levará para Night City, uma cidade controlada por uma mega-corporação. A tua personagem, um mercenário chamado V, está à procura de um implante único que é aparentemente a chave para a imortalidade. Vais poder personalizar o cyberware da tua personagem, o conjunto de habilidades e escolher o teu estilo de jogo. Também poderás explorar uma cidade vasta e detalhada em que a história será moldada com as tuas decisões.

The Last of Us: Part 2 - 29 de Maio

  • Plataformas: PS4

Há longos anos que os fãs da Naughty Dog estão pacientemente à espera da continuação da história de Joel e Ellie. A sequela será finalmente lançada quase 7 anos depois do lançamento do primeiro jogo para a PS3. Em The Last of Us: Part 2 vais jogar com Ellie, agora já mais crescida, numa história que abordará temas como ódio, raiva e vingança. Novamente, a narrativa e o desenvolvimento das personagens vão assumir o destaque principal, mas na jogabilidade há novidades como áreas maiores que possibilitam mais estratégias e a presença de cães inimigos que conseguem farejar Ellie à distância. Para mais detalhes, lê a nossa antevisão a The Last of Us: Part 2.

Final Fantasy 7 Remake - 3 de Março

  • Plataformas: PS4

Podemos dizer que Final Fantasy 7 Remake é um sonho tornado realidade para todos os fãs desta saga. Quando Final Fantasy 7 foi lançado originalmente para a PS1 em 1997, marcou uma geração e criou um legado gigantesco, transformando para sempre o panorama dos videojogos e dos RPGs. Agora, três gerações à frente, a Square Enix está a recriar a história e experiência de gameplay de Final Fantasy 7 usando a tecnologia actual. Do que pudemos ver até agora, o resultado é impressionante. Um clássico que vai renascer e que está pronto para encantar os fãs e novos jogadores.

Resident Evil 3 Remake - 3 de Abril

  • Plataformas: PC, PS4 e Xbox One

A Square Enix não é a única a apostar em remakes nesta geração! A Capcom também começou a fazer remakes dos primeiros Resident Evil. Depois do incrível sucesso de Resident Evil 2 Remake de 2018, a Capcom já anunciou Resident Evil 3 Remake em conjunto com a data de lançamento. Vais poder jogar Resident Evil 3 Remake já a 3 de Abril. A gameplay será muito parecida com a de Resident Evil 2 Remake, mas a história será uma continuação dos eventos catastróficos em Raccoon City. Neste jogo vais controlar Jill Valentine, que terá de sobreviver ao surto de zombies enquanto foge ao temível Nemesis.

Halo Infinite - Natal de 2020

  • Plataformas: PC, Xbox One e Xbox Series X

A Microsoft já expandiu consideravelmente o seu catálogo de jogos exclusivos desde que a primeira consola Xbox foi lançada, mas a série Halo continua a ter um lugar especial. Este é, acima de tudo, o exclusivo que definiu a marca durante gerações. Halo Infinite é naturalmente um dos jogos que mais aguardamos neste ano, em grande parte sobretudo pela força do nome. Na realidade, muito pouco se sabe ainda sobre Halo Infinite. Foi confirmado que terá muitas opções de personalização e que um modo Battle Royale não faz parte dos planos. Fora isso, só sabemos que está a ser feito num novo motor e que mais detalhes serão revelados na E3 2020.

Avengers - 15 de Maio

  • Plataformas: PC, Xbox One, PS4 e Google Stadia

A Marvel já conquistou o cinema, com o filme Avengers: Endgame a tornar-se no mais rentável de sempre. Agora a Square Enix quer tentar replicar esse sucesso com um jogo dos Avengers. O jogo não é uma adaptação de nenhum filme que viste no cinema, mas sim uma interpretação original da Crystal Dynamics. Vais poder jogar com Iron Man, Hulk, Captain America, Black Widow e Thor num jogo que aposta em batalhas épicas com bosses e num modo cooperativo. Sabemos ainda que todos as personagens terão três super-ataques chamados "Heroics".

Watch Dogs Legion - 6 de Março

  • Plataformas: PC, PS4 e Xbox One

Watch Dogs Legion tem uma das mecânicas mais curiosas e refrescantes que já vimos num videojogo desta geração: podes jogar com qualquer personagem. Conforme explicado por Clint Hocking, director criativo na Ubisoft, este sistema faz parte da morte permanente. Basicamente, sempre que a tua personagem estiver num estado de saúde crítico, podes render-te e ser enviado para a prisão ou lutar até à morte. Se lutares até à morte, essa personagem morre para sempre e deixa de estar disponível. O mais impressionante é que cada personagem tem a sua história de origem, de como foram recrutadas pelo DedSec. Além disso, todas as linhas de diálogo e todas as cinemáticas foram escritas tendo em conta todas as personagens possíveis.

Half-Life: Alyx - Março de 2020

  • Plataformas: PC

Esta geração já pode ser chamada a geração dos milagres! Coisas impensáveis aconteceram: foi anunciado um remake de Final Fantasy 7, Shenmue 3 foi financiado pelos fãs e chegou às lojas em 2019, e a Valve finalmente anunciou um novo Half-Life! Não é o tão desejado Half-Life 3, mas os fãs mostraram-se na mesma surpreendidos e contentes com o anúncio deste jogo. Desenvolvido de raiz para os dispositivos de realidade virtual, Half-Life: Alyx conta a história da luta contra a visceral raça de extra-terrestres conhecida como Combine. Cronologicamente, decorre antes dos eventos de Half-Life 1 e Half-Life 2. É um jogo ideal para fãs e para jogadores que queiram iniciar-se neste universo.

Twelve Minutes - 2020

  • Plataformas: PC e Xbox One

Existem duas razões para Twelve Minutes estar presente nesta lista: a primeira é que tem um conceito inovador; a segunda é que está a ser desenvolvido por um português - Luís António nasceu em Portugal, foi trabalhar para a Rockstar em Londres, depois no Canadá para a Ubisoft e acabou por trabalhar juntamente com Jonathan Blow em The Witness. O conceito de Twelve Minutes é quebrar o loop de repetição que dura... sim, avinhaste... 12 minutos. Serás um marido em que numa noite romântica abre a porta e surge um polícia, acusando a tua mulher de homicídio e espancando-te até à morte. O loop volta sempre ao momento em que abres a porta. O que tens de fazer é descobrir o que tens de fazer para quebrar o loop e resolver o mistério.

Yakuza: Like a Dragon - 2020

  • Plataformas: PS4

Se sempre sonhaste em caminhar nas ruas do Japão mas ainda não tiveste essa oportunidade, não há nada que chegue mais próximo dessa experiência do que a série Yakuza. Um novo jogo da série, Yakuza: Like a Dragon, está confirmado para 2020. Pela primeira vez, desde o início da saga em 2005 na PS2, que Kazuma Kiryu não será o protagonista. O protagonista do novo jogo é Ichiban Kasuga, que a Sega descreve como mais temperamental do que Kiryu. O novo jogo vai-te levar para as ruas Yokohama, a segunda maior cidade do Japão, no entanto, ainda poderás visitar ás áreas de Kamurocho e Osaka dos jogos anteriores. A maior novidade deste Yakuza é que o sistema de combate em tempo real foi substituído por um sistema de combate por turnos para quatro personagens. Estamos curiosos para ver como esta nova jogabilidade combina com a série Yakuza.

Dying Light 2 - Primavera de 2020

  • Plataformas: PC, PS5, Xbox Series X, PS4 e Xbox One

Numa indústria saturada por jogos de zombies repetitivos, Dying Light trouxe uma abordagem refrescante ao género. Combinando um mundo aberto com um sistema de deslocação inspirado na parkour, a Techland encontrou ouro. Nos primeiros meses foram vendidas mais de 5 milhões de cópias. A sequela, Dying Light 2, chegará já na Primavera. 15 anos se passaram desde que a humanidade foi derrotada pelo vírus, atirando os humanos restantes para uma nova idade das trevas em que a luta pela sobrevivência e recursos é constante. De dia terás que lidar com bandidos, facções e sobreviventes, tomando decisões que moldarão a narrativa; à noite os infectados saem para caçar, dando-te a oportunidade de explorar novas áreas. A Techland também aproveitou a sequela para melhorar o parkour e o sistema de combate.

DOOM Eternal - 20 de Março de 2020

  • Plataformas: PC, PS4, Xbox One e Google Stadia

O que não há para gostar em Doom? Armas estrondosas, jogabilidade furiosa, inimigos demoníacos e muita carnificina - a típica receita de um guilty pleasure. Embora a saga Doom tenha mais de 26 anos, este é o segundo jogo desde que a Bethesda reiniciou a série em 2016. Em Doom Eternal terás que lutar contra uma invasão demoníaca à terra. Ao teu dispor terás armas como um lança-chamas no ombro, uma lâmina de pulso retrátil, armas e mods melhorados e habilidades como a corrida dupla. Além do modo história, Doom Eternal terá um Battle Mode em que dois jogadores vão controlar demónios e competir contra outro jogador que controlará o poderoso Doom Slayer.

No More Heroes 3 - 2020

  • Plataformas: Nintendo Switch

Os jogos de Suda51, o criador de No More Heroes, têm sempre a dose certa de loucura, estilo, humor e diversão, é por isso que os adoramos. Avizinhando-se um terceiro jogo da série no ano em vigor, estamos obviamente em pulgas para o jogar. Em No More Heroes 3, Travis Touchdown regressa a Santa Destroy após uma ausência de dez anos. Aí encontra uma metrópole gigante numa ilha artificial fundada sobre o mar e um misterioso objecto a flutuar acima desta. Ainda não há muitas informações sobre No More Heroes 3, portanto, fica com o trailer de revelação dos The Game Awards 2019. Sendo um jogo de Suda51, o trailer é naturalmente bizarro e estranho. Não estávamos à espera de outra coisa!

Rainbow Six Quarantine - 2020

  • Plataformas: PC, PS4 e Xbox One

Rainbow Six Quarantine não é um DLC ou expansão para Rainbow Six Siege, é um jogo completamente novo. O que sabemos deste jogo é vais jogar num esquadrão de 3 operadores para enfrentares inimigos que ameaçam toda a comunidade. Na prática, isto soa a um jogo de sobrevivência de zombies, possivelmente semelhante ao popular modo zombies de Call of Duty mas com a jogabilidade e tácticas características da saga Rainbow Six.

Ori and the Will of the Wisps - 11 de Março

  • Plataformas: PC, Xbox Series X e Xbox One

O primeiro Ori foi um jogo mágico e lindíssimo, que combinou plataformas com exploração influenciada pelo género Metroidvania. A sequela promete recuperar essa magia, convidando os jogadores mais mais uma aventura em que terás de desbravar um mundo lindíssimo aprendendo novas habilidades que te permitem voltar atrás a explorar áreas previamente inacessíveis. Em Ori and the Will of the Wisps vais descobrir o mundo para além da floresta de Nibel e descobrir o verdadeiro destino de Ori - o pequeno espírito que controlas neste jogo.

Publicidade

Salta para os comentários (87)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Phil Spencer já jogou jogos Japoneses ainda não anunciados

Fala numa semana altamente positiva no Japão.

VídeoReagimos aos vossos comentários #2

Mais um episódio animado com risos e discussões sérias.

Red Dead Redemption 2 registou pico de vendas após chegar ao Steam

Vendeu o dobro em relação ao mês anterior.

Rumor: Knights of the Old Republic poderá regressar

EA tem planos para vários jogos Star Wars.

Também no site...

Comentários (87)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários