Top Eurogamer: Os jogos obrigatórios de 2019! • Página 3

Será que houve mais ou menos do que no ano anterior?

Control - 27 de Agosto - PC, Xbox One e PS4

O que dissemos na review de Control?

"Quanto mais jogas Control e desbloqueias novos poderes interagindo com os objectos de poder (que são objectos normais tipo frigoríficos e telefones com bizarras propriedades e comportamentos), melhor a jogabilidade se torna. É uma união fantástica e divertida entre tiros e poderes sobrenaturais. Tanto estás a disparar como de repente estás a pegar em objectos do cenário e a arremessá-los com enorme força contra os inimigos. Não é meramente a inclusão destes elementos que tornam Control num jogo divertido, é a forma como a Remedy conseguiu aperfeiçoar todas as mecânicas. É um jogo bem feito, que dá gosto jogar. Isto é mais fácil dizer do que se fazer. Para conseguir isto, o estúdio combinou a sua experiência com potente tecnológica gráfica e de simulação de física."

"O novo jogo da Remedy é demonstração poderosa das capacidades do Northlight Engine, o motor proprietário da Remedy e que já tinha sido usado em Quantum Break. Cada milímetro da Oldest House assume um realismo espectacular, fruto da combinação entre texturização de materiais e da complexa iluminação, que combina as sombras, os reflexos em materiais polidos e a refracção da luz quando incide nos diversos materiais. Para atingir estes resultados impressionantes, a Remedy combinou várias técnicas complexas, mas o resultado está à vista: Control é um jogo lindo de se ver, seguramente um dos melhores da geração e um dos mais impressionantes do ponto de vista técnico."

"Mas não são apenas os gráficos que tornam a Oldest House num edifício altamente credível. Como disse logo no início, Control simboliza a ambição da Remedy criar uma mistura homogénica entre todos os elementos que compõe um videojogo. Um desses elementos, que geralmente passa despercebido, é som. O design sonoro de Control credibiliza cada uma das suas cenas. O som num escritório todo alcatifado não será certamente igual ao som propagado numa sala de betão exposto, tecto elevado e imenso espaço vazio. A Remedy levou em conta todos estes factores que, apesar de pequenos, são essenciais para distinguir os bons jogos daqueles que são extraordinários."

Publicidade

Salta para os comentários (126)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (126)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários