Disney+ regista 10 milhões de contas no primeiro dia

The Simpsons, The Mandalorian e Moana entre os mais vistos.

A Disney lançou finalmente o seu novo serviço de streaming de vídeo, o Disney+, e já está a apresentar números surpreendentes.

Disponível nos Estados Unidos da América, Canadá e Holanda (chegará a mais países a 19 de Novembro e outros mais em Março de 2020), o Disney+ conseguiu registar mais de 10 milhões de contas no primeiro dia.

A combinação de novas séries live action como "The Mandalorian", que nos leva de volta para o universo Star Wars, filmes originais como "Noelle" ou "A Dama e o Vagabundo", sem esquecer a incrível quantidade de filmes da Disney, Pixar, Lucasfilm e Marvel Studios, que tornaram o serviço irresistível para muitos.

Segundo avançado pelo USAToday,a Disney fala num lançamento com mais de 10 milhões de inícios de sessão e sugere assim que o Disney+ está posicionado para conquistar grandes metas.

O trial gratuito de 7 dias permitiu a muitos iniciar sessão e assistir às novidades sem pagar, mas elevada procura pelo serviço criou alguns problemas para muitos utilizadores.

Segundo avançado pelo Apptopia, pelo menos 3.2 milhões de pessoas descarregaram a aplicação Disney+ para iOS e Android, nas primeiras horas do serviço, para assistir aos Simpsons, The Mandalorian e Moana.

Salta para os comentários (18)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Bayonetta 3 tem nova mecânica chamada Demon Slave

Controla directamente os demónios.

Reboot de Perfect Dark da Xbox contará com a colaboração da Crystal Dynamics

O estúdio por trás de Tomb Raider e Marvel's Avengers.

Vídeo | Lootbox #30 LIVE - Em direto com a comunidade

Junta-te a nós pelas 15:30h de Portugal, 11:30h no Brasil.

Colors Live review - Caneta com pinta

A Switch como estúdio de arte.

Comentários (18)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários