The Legend of Zelda: Breath of the Wild

Diversão em qualquer lugar.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild (03/03/2017)

Não é fácil pegar numa série tão conhecida e com tanto historial para remover muitas das suas bases e as substituir por conceitos mais actuais, mas foi precisamente isso que a Nintendo fez em The Legend of Zelda: Breath of the Wild.

Procurando actualizar uma das suas mais aclamadas séries em contexto com a indústria e perante a visão criativa do seu sangue mais novo, a Nintendo arriscou numa aventura em mundo aberto com Zelda: Breath of the Wild e a recompensa foi incrível.

Elogiado como um dos melhores jogos de todos os tempos, é uma prova que a indústria vibra quando as companhias quebram os moldes e arriscam.

O mundo aberto, a exploração livre, o estilo visual, os quebra-cabeças na forma de Shrines e acima de tudo o incrível controlo dado ao jogador, fazem com que Zelda: Breath of the Wild se afirme como um título único, mesmo que as bases partilhem muito de comum com as maiores referências do género.

Se queres um jogo onde o tempo vai passar a voar enquanto tentas chegar aquele local que viste à distância, perdendo-te pelo meio com o que vais descobrindo, então entra na Hyrule de Zelda: Breath of the Wild.

Salta para os comentários (79)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (79)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários