Blizzard pede desculpas à comunidade

Lamenta a forma como tratou a situação.

A Blizzard Entertainment iniciou a BlizzCon 2019 com um pedido de desculpas.

Após a mais recente polémica, que resultou em diversas críticas à companhia, após ter banido banido um jogador de Hearthstone que se declarou em directo a favor do protestos em Hong Kong, a Blizzard estava debaixo de fogo e não escapou à situação.

J. Allen Brack, presidente da Blizzard, começou a cerimónia de abertura com um pedido de desculpas, no qual lamentou a postura da companhia.

Brack diz que a missão da Blizzard é unir os jogadores através das suas experiências e não foi isso que fez.

O presidente da Blizzard diz que a sua resposta foi tardia e ainda pioraram a situação, algo pelo qual assumem total responsabilidade e dizem que de tudo farão para que não volte a acontecer.

Salta para os comentários (11)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Teaser do RPG mobile da SEGA está a ser inundado de dislikes

Os fãs não gostaram da ideia de um novo jogo mobile.

Destroy All Humans! 2 remake e Outcast 2 são 2 dos 7 jogos anunciados pela THQ Nordic

SpongeBob SquarePants: The Cosmic Shake também foi anunciado.

Anunciado Outcast 2: A New Beginning

Sequela de um clássico de culto para PS5, Xbox Series X|S, e PC.

Comentários (11)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários