Em Death Stranding, os NPCs vivem ou morrem dependendo das tuas decisões

"Esperamos que a importância da conexão entre pessoas - como é formada, como se desenvolve - seja revelada.

Hideo Kojima confirmou que as tuas acções, ou falta delas, poderá ditar o desfecho dos NPCs em Death Stranding.

O criador Japonês está em Moscovo e num evento, que decorreu no Garage Museum of Modern Art, revelou que um NPC está altamente doente e será o jogador a ditar se vive ou morre.

"Temos um personagem, que vive debaixo do solo. Ele está doente e precisa de medicamentos e o Sam pode entregá-los," disse Kojima (obrigado wccftech via Reddit). "Como isto acontece no início da história, é obrigatório. Após completar a missão, o jogador escolherá as próximas acções: pode ir constantemente ao idoso e entregar o medicamento; pode entrar outros itens; pode escutar as suas histórias do passado".

"Mas o jogador está constantemente a aproximar-se e afastar-se do personagem. Tenho a certeza que alguns jogadores se vão esquecer deste idoso. Depois vão-se lembrar e voltar. Como não lhe levaram o medicamento durante este tempo, ele estará morto. Através de tais acções, surgirá uma conexão com o personagem.

"Esperamos que a importância da conexão entre pessoas - como é formada, como se desenvolve - seja revelada e será interessante jogar isto."

Kojima não esclareceu se isto significa diversos finais e desfechos diferentes para os personagens, mas certamente que terás de tomar decisões difíceis ao longo de Death Stranding.

Death Stranding chegará a 8 de Novembro para a PS4.

Salta para os comentários (18)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (18)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários