The Last of Us: Part 2 quer corrigir quebras de imersão causadas pela IA

"É uma das conquistas técnicas significativas que conseguimos fazer no jogo".

Estás agachado, a caminhar sorrateiramente para não seres detectado pelos inimigos... enquanto isso, o teu companheiro controlado pela IA simplesmente faz o que quer, correndo feito louco à frente dos inimigos sem ser detectado, quebrando completamente a imersão. Quantas vezes é que já te aconteceu isto em videojogos? Certamente várias vezes.

Um dos objectivos da Naughty Dog para The Last of Us: Part 2 é corrigir estas quebras de imersão causadas pelos companheiros controlados pela IA. Anthony Newman, co-director na sequela da Naughty Dog, disse ao Gamespot que "é uma das conquistas técnicas significativas que conseguimos fazer no jogo".

A Naughty Dog não quer apenas que os companheiros não quebrem a imersão, quer que estes sejam melhores a ajudar os jogadores. Uma das mudanças na sequela é que "de cada vez que vês o teu companheiro a dar um tiro no inimigo, as suas balas fazem exactamente o mesmo dano que as tuas". Deste modo, os jogadores podem jogar estrategicamente, sabendo quantas balas precisam para acabar com um adversário.

The Last of Us: Part 2 será lançado a 21 de Fevereiro para a PS4.

Publicidade

Salta para os comentários (50)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Ghost of Tsushima está impressionante e estas imagens provam isso

Jogo da Sucker Punch passou pelos Game Awards

The Game Awards - Todas as novidades numa página

A Xbox Series X, os vencedores, jogos PS5 e mais.

Também no site...

Comentários (50)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários