Epic Games processada por vulnerabilidade nas contas de Fortnite

Nunca avisou os utilizadores.

A Epic Games está a enfrentar um processo nos Estados Unidos como resultado de uma falha de segurança detectada no início do ano nas contas de Fortnite.

A falha de segurança foi descoberta e explicada pelo Check Point Research. O método consistia apenas no envio de um link para o utilizador alvo. Se o utilizador clicasse naquele link, o atacante conseguia obter o nome de utilizador e password da conta de Fortnite.

Com este método o atacante conseguia "assumir controlo da conta de qualquer jogador, ver a sua informação pessoal na conta, comprar V-Bucks, a moeda virtual da Fortnite, e espiar e gravar as conversas a acontecer no jogo e em casa".

Depois de notificada, a Epic Games corrigiu a vulnerabilidade, mas segundo a firma de advogados Franklin D. Azar & Associates, que iniciou o processo, não avisou os utilizadores de que a sua informação pessoal podia ter sido comprometida.

"A Epic Games ainda não informou ou notificou directamente os utilizadores individuais de Fortnite de que as suas informações podem ter sido comprometidas como resultado da quebra de segurança," disse a firma (via Polygon).

O processo é uma acção legal conjunta composta por mais de 100 pessoas. A Epic Games recusou-se a comentar sobre o processo.

Salta para os comentários (0)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

O que estamos a jogar - 26 Setembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

As melhorias feitas para Alan Wake Remastered

Remedy mostra vídeo a comparar com o original.

Recomendado | Lost Judgment review - noir contemporâneo fascinante

Uma das melhores experiências narrativas do ano.

Comentários (0)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários