Astral Chain influenciado por Pokémon

Director do jogo partilha curiosidade.

A Nintendo e a Platinum Games estão prestes a apresentar a sua segunda colaboração, um exclusivo Nintendo Switch chamado Astral Chain, cujo director tem revelado diversas curiosidades ao longo dos últimos dias.

Takahisa Taura, um dos principais responsáveis por NieR: Automata, do lado da Platinum Games, assume pela primeira vez o cargo de director em Astral Chain e através do Twitter da Nintendo, tem partilhado informações sobre o design e gameplay do jogo.

Taura está a partilhar o seu "caderno de notas" com os fãs e começou por falar da possibilidade de controlar duas personagens ao mesmo tempo - um dos maiores atractivos deste Astral Chain.

"Espero que gostem da experiência invulgar de controlar duas personagens ao mesmo tempo com ambos os manípulos," diz Taura.

Na sua segunda nota, Taura falou das inspirações na anime de ficção científica e partilhou mais detalhes sobre o design de Astral Chain - um misto entre Bayonetta e NieR: Automata.

"A forma como avançam no jogo é um sistema híbrido altamente influenciado pelos nossos títulos anteriores," começa por dizer o director de Astral Chain na segunda nota do seu caderno, partilhadas pela Nintendo.

"O jogo está dividido em capítulos, cada um com objetivos específicos, como a série Bayonetta. Mas os jogadores também contam com a liberdade para escolherem entre uma variedade de missões secundárias, como em NieR: Automata."

Na terceira nota, a mais recente, Taura fala das inspirações para Astral Chain e como a série Pokémon poderá ter desempenhado um importante papel para influenciar o seu primeiro jogo como director.

"Em Astral Chain, o jogador invoca uma Legion e combate a seu lado. Eu adoro Pokémon, daí que a ideia de invocar uma personagem para lutar a nosso lado talvez tenha origem nas minhas experiências de infância com os meus Pokémon."

Astral Chain chegará a 30 de Agosto como um exclusivo Nintendo Switch e se és fã da Platinum Games ou de jogos Japoneses de acção repleta de estilo, é um jogo incrivelmente promissor e a manter no radar.

Publicidade

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

The Game Awards 2019 contará com 10 anúncios inéditos

"Coisas das quais ainda não ouviste falar".

Estúdios third-party podem agora criar jogos de League of Legends

Riot Games abre o seu universo a outros produtores.

Rumor - Microsoft e Sony perderam o receio do Google Stadia após lançamento atribulado

Mas conversaram frequentemente sobre os riscos que o serviço representava.

Xbox Game Pass receberá PES 2020 em Dezembro

Revelados os jogos para consola e PC.

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários