Nvidia GeForce RTX 2080 Super - Análise - Evolução, não revolução

Mais núcleos, mais frequências e RAM melhorada - mas será assim tão rápida?

Depois de dois lançamentos da Super nos inícios de Julho, a Nvidia completa agora o trio com o lançamento da RTX 2080 Super. A 2060 Super e 2070 Super, de certa forma, substituíram a RTX 2070 e 2080 respectivamente, por isso, poderá a 2080 Super desafiar o próxima placa na pilha da Nvidia, a poderosíssima 2080 Ti? Numa palavra, não - mas a nova placa consegue manter uma vantagem em termos da performance sobre a 2800 original custando menos $100 do que a RTX 2080 Founders Edition que se estreou em 2018. Isto deverá fazer a 2080 Super a placa gráfica número dois no mercado, à frente da RTX 2800 original e a Radeon 7 da AMD, mas por quanto?

Tal como aconteceu com as placas Super anteriores, a potência melhorada da 2080 Super é conseguida através de actualizações a algumas especificações chave. Para começar, a 2080 Super é a primeiro GPU TU104 com todos os núcleos 3072 CUDA a serem lançados no espaço do consumidor, um aumento de 128 núcleos CUDA sobre a RTX 2080 padrão - que fornece uma pequena melhoria para computação, auxiliada por um pequeno aumento para impulsionar o clock. A sua taxa de dados de memória foi aumentada de 14Gbps para 15,5Gbps também, fornecendo um aumento correspondente na largura de banda de memória de 448GB/s para 496GB/s - e nos nossos testes, isto é apenas o começo do aumento de largura de banda possível com esta placa. Todas estas mudanças são reflectidas num TDP moderadamente maior para a 2080 Super, que é avaliado em 250W em comparação com os 215W da 2080 original.

Apesar da maior utilização de energia, existem apenas alterações de design cosmético entre as placas RTX 2080 FE e RTX 2080 Super FE. O novo modelo tem um acabamento reflexivo entre os seus dois ventiladores axiais e uma marca verde 'Super' colocada por cima, mas usa o mesmo design com duas slots dos seus antecessores e parece igualmente sólida na mão. As entradas também permanecem inalteradas, com conectores de alimentação suplementares de seis e oito pinos e um quinteto de I/O idêntico: três DisplayPort, uma porta HDMI e uma porta USB-C VirtualLink. Não esperávamos mudanças aqui mas é bom confirmar que tudo está presente e correcto.

2060 Super RTX 2070 2070 Super RTX 2080 2080 Super
CUDA cores 2176 2304 2560 2944 3072
Giga Rays/sec 6 6 7 8 8
VRAM 8GB GDDR6 8GB GDDR6 8GB GDDR6 8GB GDDR6 8GB GDDR6
Memory Bus 256-bit 256-bit 256-bit 256-bit 256-bit
Bandwidth 448GB/s 448GB/s 448GB/s 448GB/s 496GB/s
Boost Clock 1650MHz 1620MHz 1770MHz 1710MHz 1815MHz
Processor TU106 TU106 TU104 TU104 TU104
TDP 160W 175W 175W 215W 250W

É fascinante ver como a Nvidia usou os seus projectos de processadores RTX de três núcleos para remodelar o catálogo com a gama Super. A TU106, na camada inferior, é usada na RTX 2060 e na sua equivalente Super, enquanto a 2070 Super recebe uma actualização para uma TU104 mais potente. Nem todos os chips que saem da linha de produção são perfeitos, pelo que os defeituosos têm núcleos CUDA desactivados e são enviados para fora da fábrica como RTX 2070 Super. A RTX 2080 sempre usou um design ligeiramente mais simples, mas agora o chip totalmente desbloqueado é usado para fornecer a nova RTX 2080 Super, apoiado pela mais rápida memória GDDR6 disponível para a Nvidia.

Estes upgrades de hardware devem garantir um melhor desempenho para a nova placa Super, mas qual é o aumento real do tamanho da performance? É um pouco redutor responder a essa pergunta com um número simples, por isso, vamos dar uma olhada no desempenho de uma dúzia dos nossos jogos favoritos mais recentes (e não tão recentes) para ver onde essas actualizações serão sentidas - e, igualmente importante, onde não são sentidas.

Além de comparar as linhas RTX e RTX Super da Nvidia, também incluímos as recentes ofertas de classe média da AMD - a Radeon RX 5700 e a RX 5700 XT - e ainda a única placa de alta gama da empresa, o Radeon 7 - com rumores de ter sido descontinuado devido ao desempenho perturbadoramente próximo da RX 5700 XT. Não esperes muito no que diz respeito ao escalamento de resoluções de 1080p - a capacidade do CPU não aumentou juntamente com os recursos da GPU ao longo dos anos, o que significa que esta classe de GPU pode sobrecarregar os CPUs mais velozes que os jogadores podem comprar, às vezes mesmo a 1440p . Uma vez que estás preso ao CPU, pode ocorrer gaguez aleatória - uma quebra de cinco por cento e um por cento nas placas de maior calibre. Para uma verdadeira comparação do poder relativo, as pontuações 4K que temos são mais indicativas...

Nota importante: Nós testamos as placas Founders Edition RTX aqui e, embora os lançamentos RTX originais apresentem pequenos overclocks de fábrica, os cartões Super FE já não. Isto dá um impulso às placas mais antigas na região de quatro a cinco por cento, mas não parece fazer muita diferença para a experiência de jogo real. Além disso, a tabela de especificações acima mostra apenas as especificações de referência.

Nvidia GeForce RTX 2080 Super - Análise

Publicidade

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (11)

Sobre o Autor

Richard Leadbetter

Richard Leadbetter

Technology Editor, Digital Foundry

Rich has been a games journalist since the days of 16-bit and specialises in technical analysis. He's commonly known around Eurogamer as the Blacksmith of the Future.

Também no site...

Conferências Gamescom 2019 - Confere as datas e horas

O teu guia para o maior evento de videojogos do ano.

A Switch Lite tem melhor bateria

É ainda mais pequena e leve que o modelo original.

A Switch Lite não veio para substituir a 3DS

Enquanto houver procura, a velha portátil será suportada.

Anunciada a Nintendo Switch Lite

Exclusivamente portátil e mais barata.

Comentários (11)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários