PES 2020 - Antevisão - A Konami foi às compras

Clubes premium na experiência futebolística virtual.

A luta pelos relvados virtuais nunca foi tão acesa. O lançamento do novo PES tem como data 10 de Setembro, mas as movimentações no mercado continuam. Ontem coube à Konami, a produtora e editora do jogo de futebol, apresentar a Juventus como parceiro oficial. Depois de revelados os acordos com o Manchester United e Bayern Munique (que se juntam ao Barcelona), a produtora japonesa chegou a um acordo de longa duração com o melhor clube italiano do momento, através de uma parceria que permitirá à Konami inscrever em PES 2020 o estádio do clube - Allianz Arena -, os equipamentos oficiais, os nomes dos jogadores e sobretudo os modelos virtuais realistas criados com base sistema de captura 3D de scan utilizado pelos produtores.

juventus_pes_2020
Konami e Juventus anunciam o acordo

Esta é uma aquisição sonante. Não só a Juventus é o clube que tem dominado há quase uma década o futebol em Itália, como se posiciona como um dos clubes mais avançados no plano internacional, contando nas suas fileiras com Cristiano Ronaldo, Paulo Dybala, Chiellini, o regressado Buffon, Mandzukic e Pjanic, este enquanto jogador-embaixador em PES, figurando na capa (um dos quatro jogadores que farão parte da capa, que será revelada em breve pela Konami).

O acordo tomou de surpresa a comunidade e os fãs, mas na realidade há cerca de um ano que Konami e Juventus vinham alinhavando os termos de um acordo susceptível de deixar satisfeitas ambas as partes. O futebol joga-se nos relvados mas nos bastidores há muito trabalho prévio a executar antes de o colocar em prática. O espaço da revelação deste importante anuncio não podia ser menos relevante: a sala é a mesma onde há cerca de um ano Cristiano Ronaldo foi apresentado, um salão nobre do estádio que dá acesso a uma perspectiva magnífica do interior do estádio.

A exclusividade dos clubes configura um modelo premium

A Juventus recebe esta parceria com entusiasmo: "por se juntar a uma produtora consolidada no plano do futebol virtual, capaz de partilhar a mesma visão. Faz parte da Juventus trabalhar com os melhores", foram estas as palavras de Giorgio Ricci, chefe do gabinete de finanças da Juventus. Por seu turno, Jonas Lygaard, director sénior da marca, sublinha "a importância da Juventus como clube exclusivo, numa demonstração clara de tornar PES 2020 um jogo fundamental".

A decisão da Konami em estabelecer parcerias e ligações com os clubes teve a sua origem no Japão, há 3 anos, quando as diferentes delegações se juntaram e alinhavaram o que seria determinante para o futuro da franquia. O ano passado foram anunciadas novas ligas e este ano novos clubes foram adicionados. Isto tem efeitos ao nível da representação dos clubes, numa espécie de modelo "premium" que só em PES poderá ser experimentado em toda a sua extensão.

pes_2020
Uma imagem que não poderás ver em mais lado nenhum esta época.

O sistema de captura dos modelos dos jogadores, o scan 3D que os fotografa em múltiplos ângulos e posições do corpo, vai ao ponto de criar a textura da pele, as rugosidades e saliências musculares. As tatuagens estão muito representadas (Messi e Dybala são dois amantes destes desenhos) e mais uma vez os jogadores surgem no jogo bastante detalhados. Os estádios encontram-se igualmente representados ao pormenor, com assistências vibrando durante o jogo e por ocasião da entrada das equipas em campo, entoando cânticos realistas e envergando tarjas de incentivo aos jogadores. É um ambiente muito festivo e fidedigno.

A preciosa colaboração com Andrés Iniesta

Tido por muitos como um dos jogadores que abrilhantou os relvados em Barcelona e por toda a Europa e mundo, o espanhol Andrés Iniesta cumpre neste momento os derradeiros passes e dribles de futebolista no Japão, país do Sol Nascente e casa de PES. A colaboração com o veterano jogador espanhol permitiu aos produtores desenvolver a jogabilidade em vários pontos, com incidência na versão PES 2020.

Um deles é o chamado "finesse dribble", uma técnica que possibilita rasgos de genialidade dos melhores executantes, usando o espaço disponível entre os defesas para abrir passagem e seguir na direcção da baliza. Somente alguns jogadores poderão usar a técnica com mais eficácia, mas não é difícil descortinar aqui um método conveniente quando nos abeiramos da impaciência provocada pelos muros defensivos.

Outra técnica melhorada é o sistema de recepção da bola, o toque artístico ou não que amortece a bola e permite ao jogador posicioná-la depressa no melhor pé adiantando-se no terreno. Isto faz parte do já característico jogo de precisão e física a que estamos acostumados em PES. A sensação de autonomia da bola na recolha e passe é mais uma vez saliente na habilidade destes toques, sendo importante sublinhar que apenas está disponível (é conseguida com melhor efeito) apenas pelos jogadores com bons índices técnicos.

3
Nem todos os jogadores recebem e seguram bem a bola. Os mais habilidosos executam até toques artísticos.

Com vista a tornar mais autêntica a experiência futebolística, os movimentos e posição dos jogadores são determinantes em momentos fundamentais da jogada, nomeadamente quando estão em posição de remate. A sensação de toque e possibilidade de êxito num bom remate é maior quando o jogador está bem colocado e usa uma postura correcta para disparar. Tentar rematar de outra forma, fora dessas condições, equivale a cumprir um exercício de tiro ao lado.

Das partidas que disputamos notámos outras melhorias, nomeadamente na zona defensiva, em situações de bola perdida. Ter um avançado adversário que esteja perto e atento ao jogo pode ser letal, sobretudo se jogamos contra uma pessoa, mas os defesas não darão a jogada por perdida e actuam com mais movimentos e alertas, esticando a perna ou dando o corpo num derradeiro esforço. O posicionamento dos guarda-redes também parece melhorado, com mais atenção e antecipação nos remates, mesmo aqueles à queima-roupa.

As impressões jogáveis da demonstração são, em suma, bastante positivas.

Com novas habilidades, estilos de jogo e melhor equilíbrio na construção da equipa, verificam-se resultados bastante encorajadores. A equipa da Juventus parece fortíssima este ano (nos torneios será seguramente uma equipa constantemente requisitada). Bastante equilibrada nos sectores, com jogadores que acompanham as laterais e contemporizam boas desmarcações, junta-se a força de Ronaldo e a genialidade de Dybala no ataque para uma sublime demonstração de futebol virtual.

Lendas no banco para a Master League

As impressões jogáveis da demonstração são, em suma, bastante positivas. Não estamos perante uma revolução ou sequer uma alteração profunda da experiência PES. É sim, numa linha de continuidade, um sistema melhorado, com novos alertas, movimentos, dribles e remates. A demonstração que experimentamos em Turim é a mesma que tem feito o "tour" desde Manchester, possibilitando o controlo da equipa da "casa" e uma série de lendas, entre as quais se destaca o checo Pavel Nedved, bola de ouro precisamente pela Juventus e que será disponibilizado para quem efectue neste momento a pré-reserva. Para experimentarmos outros clubes teremos que aguardar pelo dia 30, quando a Konami facultar o acesso a uma demonstração mais alargada que inclusive dará acesso ao editor.

Visualmente, a experiência PES 2020 assinala algumas melhorias, ao nível da luminosidade, tanto nas partidas disputadas sob luz solar, como à noite, por via da iluminação artificial. Os efeitos e sombras estão muito bem conseguidos, produzindo um elevado realismo e uma notável sensação de profundidade e ocupação de espaço. O trabalho gráfico reflecte-se ainda nos modelos dos jogadores, dos seus rostos quase fotográficos e nas animações e movimentos adequados ao comando da bola.

Gameplay exclusivo capturado no evento em Turim.

Quanto aos modos de jogo, no fundo o conteúdo que permite aos jogadores manterem-se ligados ao jogo por mais tempo, ainda não os pudemos experimentar, mas por enquanto o Match Day assume maior protagonismo, como forma de garantir uma amplitude maior de rivalidade online. A Master League também recebeu melhorias, desde logo no sistema de diálogos e transferências realistas. Os jogadores poderão ainda seleccionar treinadores lendários como Maradona, Zico e Cruyff.

Adicionando a Juventus ao Barcelona, Manchester United e Bayern Munique, a Konami reforça a carteira de clubes "premium" como parte integrante e exclusiva do seu jogo e paulatinamente cria uma espécie de superliga europeia onde figuram clubes importantes do espaço europeu, ao mesmo tempo que melhora a experiência futebolística a que estamos acostumados encontrar em PES. É seguramente uma abordagem diferente, faltando saber se este esforço se traduzirá numa boa performance do jogo assim que chegar ao mercado no próximo dia 10 de Setembro. No final deste mês ainda voltaremos ao jogo assim que estrear a demo.

O Eurogamer viajou até Turim, para o evento de demonstração de PES 2020, no Allianz Stadium, a convite da Konami.

Publicidade

Salta para os comentários (22)

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários