inXile em êxtase com o apoio da Microsoft

Estão a criar um jogo ainda melhor do que conseguiriam sozinhos.

A inXile não tem quaisquer dúvidas, graças ao apoio da Microsoft, serão capazes de desenvolver Wasteland 3 com uma qualidade que não seria possível se continuassem sozinhos.

Brian Fargo e Tim Campbell, fundador da inXile e director em Wasteland 3, respectivamente, teceram grandes elogios à Microsoft e dizem que a companhia lhes dá liberdade e confiança para alcançarem os seus melhores valores.

Numa recente enrevista, Fargo e Campbell foram questionados sobre os primeiros meses como parte da Xbox Game Studios e sobre o impacto no jogo e não conseguiram esconder o entusiasmo com a nova realidade após a aquisição.

"Posso dizer que a nível da equipa, em termos do desenvolvimento, estamos em êxtase com a parceria com a Microsoft, estamos, sem dúvidas, a criar o jogo que queremos criar e melhor do que seria se o fizéssemos sozinhos," disse Campbell.

Fargo acrescentou que, "penso que temos sorte pois a Microsoft confia em nós."

"Penso que é sempre uma preocupação quando uma companhia é comprada, é o que pensam. Existe uma tendência natural para 'lá se vai a companhia agora'. Mas a sério, eles confiam em nós."

"Mesmo quando começo a falar no que queremos fazer no futuro, além disto, começo a descrevê-lo em detalhe e eles dizem, 'Confiamos nele.'"

Campbell confirmou ainda que os estúdios da Xbox Game Studios cooperam uns com os outros e ajudam a melhorar os jogos de outros estúdios.

"Falei com os tipos da The Coalition. Se estamos a desenvolver algo que envolve tiroteios, pegamos no telefone e ligamos para eles. Se queremos fazer algo com água, falaremos com os tipos de Sea of Thieves e pedimos 'falem-nos da vossa tecnologia de água'. Isso é fantástico."

Segundo o fundador da inXile, os estúdios estão em constante comunicação e sempre prontos para se ajudarem no que for preciso.

Publicidade

Salta para os comentários (8)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Valve condenada em França por impedir a revenda de jogos digitais no Steam

Organização Francesa consegue importante vitória.

A Total War Saga: Troy anunciado para PC

O novo jogo de estratégia inspira-se na Ilíada.

Switch perto dos 9 milhões de unidades vendidas no Japão

PES 2020 foi a melhor estreia da semana.

Também no site...

Comentários (8)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários