Drama da Pokédex comentado pelo produtor de Pokémon: Sword e Shield

Agradece o entusiasmo dos făs.

Durante a E3 2019, a Game Freak revelou que, ao contrário do que diz o lema da série, os jogos Pokémon: Sword e Shield vão-te permitir apanhar alguns e não todos os Pokémon.

Esta notícia, relacionada com a ausência de uma National Pokédex, o que limita o número de criaturas que podes transferir dos jogos anteriores, fez destes dois aguardados exclusivos Nintendo Switch o alvo de diversos memes e tem gerado imenso debate.

Junichi Masuda, produtor na Game Freak, já tinha explicado o porquê desta decisão e como a existência de mais de 800 Pokémon tornava incrivelmente difícil recriar todas as criaturas numa nova consola que permitirá a cada uma delas ser mais expressiva e detalhada.

Perante um tempo de desenvolvimento limitado e uma quantidade incrível de criaturas, a Game Freak decidiu que apenas poderás importar criaturas se estiverem no Pokédex de Galar - a região onde decorrem Pokémon: Sword e Shield.

Após essa revelação e explicação, Masuda afirmou que falaria mais tarde sobre este assunto e foi precisamente isso que decidiu fazer.

Através de uma mensagem, publicada no site oficial de Pokémon, Masuda reagiu ao descontentamento dos fãs, mesmo que não tenha confirmado qualquer alteração ou melhoria.

"Obrigado a todos os nossos fãs por se preocuparem tanto com Pokémon," começa Masuda.

"Recentemente, partilhei a notícia que alguns Pokémon não podem ser transferidos para Pokémon: Sword e Shield. Eu li todos os vossos comentários a aprecio o vosso amor e paixão por Pokémon."

"Tal como todos vós, somos apaixonados por Pokémon e cada um deles é-nos muito importante. Após imensos anos a desenvolver os jogos Pokémon, esta foi para mim uma decisão muito difícil. Gostaria de escalarecer uma coisa: mesmo que um Pokémon específico não esteja disponível em Pokémon: Sword e Shield, isso não significa que não possa aparecer em futuros jogos."

"O mundo de Pokémon continua a evoluir. A região de Galar oferece novos Pokémon para encontrar, Treinadores para enfrentar, e aventuras para descobrir. Colocamos os nossos corações nestes jogos e esperamos que estejas ansioso por te juntares a esta nova jornada."

A mensagem de Masuda não diz propriamente nada de novo ou concreto sobre esta situação, a não ser que terás de lidar com a realidade que foi apresentada na E3 2019.

Em Pokémon: Sword e Shield, não poderás apanhá-los todos, apenas os que forem compatíveis. No entanto, serão muitos e mais expressivos do que nunca, graças ao hardware da Switch.

Pokémon: Sword e Shield chegam às lojas a 15 de Novembro.

Salta para os comentários (22)

Sobre o Autor

Bruno Galvăo

Bruno Galvăo

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos săo mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonęs, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Avó Skyrim farta da toxicidade e decide abrandar actividade

Senhora de 82 anos năo aguenta mais comentários mesquinhos.

Final Fantasy 7 Remake bateu os recordes de vendas da série nos Estados Unidos

O jogo mais vendido em Abril. A Switch foi a consola mais vendida.

Tencent é a nova produtora de System Shock 3

Os direitos de produzir sequelas trocaram de măos.

Vendidas mais de 12 milhőes de unidades de NBA 2K20

Borderlands 3 ultrapassou os 10 milhőes.

Também no site...

Comentários (22)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários