Governo dos Estados Unidos bloqueia League of Legends para jogadores na Síria e Irão

"Estas restrições poderão ser alvo de alterações."

Os jogadores de League of Legends no Irão e Síria não têm acesso ao jogo consoante as tensões entre as duas nações e os Estados Unidos da América continuam a crescer.

Segundo avanaçado pelo Dot Esports (obrigado ao PCGN), desde 22 de Junho que os jogadores relatam uma notificação que os informa do bloqueio.

A Riot Games, responsável por League of Legends, reside nos Estados Unidos e foi forçada a bloquear o acesso ao jogo nos dois referidos países como parte das sanções aplicadas pelo governo dos EUA.

"Devido às leis e regulamentos dos Estados Unidos, os jogadores no teu país não podem aceder a League of Legends neste momento," diz a mensagem, partilhada por um jogador Iraniano nos fóruns oficiais de LoL.

"Tais restrições poderão ser alvo de alterações por parte do governo dos Estados Unidos e se isso acontecer, estaremos prontos para te ter de volta."

Como seria de esperar, alguns jogadores estão a recorrer a VPNs para contornar a sanção, mas esta é provavelmente a primeira vez que o acesso a um videojogo online é abrangido numa sanção.

Salta para os comentários (23)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Pokémon Unite chega amanhã aos dispositivos iOS e Android

2 meses depois da versão Nintendo Switch.

Pokémon Unite mobile ganha data

Setembro fica mais específico.

PSG aposta em Arena of Valor

Começará por equipa eSports na Tailândia.

Também no site...

Comentários (23)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários