The Legend of Zelda: Breath of the Wild 2, nome provisório, foi uma das maiores surpresas da Nintendo na Direct dedicada à E3 2019 - apresentada ontem ao final da tarde.

Sequelas directas são raras nesta icónica série da Nintendo e, segundo explicado pelo senhor Eiji Aonuma, director da série, o seu fascínio por esta Hyrule levou-o a criar uma sequela para o aclamado jogo de 2017.

Em conversa com o Game Informer, o senhor Aonuma explicou que, "uma das razões pelas quais queria criar uma continuação foi porque queria revisitar aquela Hyrule novamente e usar novamente aquele mundo, enquanto incorporava nova gameplay e nova história."

Eiji Aonuma falou ainda dos planos para o futuro e do apoio que querem prestar ao jogo.

Aclamado como um dos melhores jogos de todos os tempos, Zelda: Breath of the Wild foi apoiado com conteúdos adicionais e a sequela receberá um tratamento similar.

"Gosto mesmo da ideia de ter DLC ou algo que vem depois do jogo principal. As pessoas jogam o jogo por mais tempo e desfrutam muito mais do jogo. No futuro, é definitivamente algo no qual pensaremos."

Zelda: Breath of the Wild 2 foi anunciado ontem e ainda não tem uma previsão de lançamento.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.