Animal Crossing: New Horizons adiado para evitar o crunch

A Nintendo respeita a saúde dos seus funcionários.

Ao longo de 2019, a controvérsia em torno do crunch aumentou e os inacreditáveis horários semanais que alguns funcionários trabalham para nos apresentar os jogos que adoramos jogar, tornou-se num dos mais discutidos temas.

Companhias como a Naughty Dog, Bioware, Rockstar Games e Epic Games foram alguns exemplos que vimos associados ao crunch, com comentários de funcionários e ex-funcionários a revelar realidades brutais.

Doug Bowser, o novo presidente da Nintendo of America, falou na E3 2019 com o IGN UK e foi questionado sobre o crunch e como é um assunto que está a marcar a actualidade na indústria dos videojogos.

"Para nós, um dos principais lemas é que colocamos sorrisos na cara das pessoas e falamos disso a todo o tempo. É a nossa visão. A nossa missão, diria. Para nós, isso aplica-se aos nossos próprios funcionários. Temos de garantir que os nossos funcionários têm um bom equilíbrio entre trabalho e vida."

Segundo Bowser, Animal Crossing: New Horizons é um exemplo disso, um jogo adiado para 2020 para permitir à equipa desenvolvê-lo como querem, com a qualidade que merece e sem pressionar os funcionários.

"Um dos exemplos disso é que não lançaremos no mercado um jogo antes de estar pronto. Acabamos de falar de um exemplo, o atraso de Animal Crossing. É realmente importante termos esse equilíbrio no nosso mundo. É algo do qual nos orgulhamos."

A Nintendo reconhece que frequentemente é necessário mais funcionários para cumprir calendários e prefere reforçar as equipas ao invés de forçar os actuais funcionários a trabalhar um número de horas nada saudável.

Publicidade

Salta para os comentários (3)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

inXile em êxtase com o apoio da Microsoft

Estão a criar um jogo ainda melhor do que conseguiriam sozinhos.

Skulls of the Shogun chega à Switch

Estratégia Feudal e humor.

Começaram as promoções de Verão no Steam

Vais atirar dinheiro para o ecrã?

Amazon Game Studios despede dezenas de funcionários e cancela projectos

Quer dar prioridade à produção de Crucible e New World.

Também no site...

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários