Death Stranding é o novo projecto da mente que te trouxe a aclamada série Metal Gear Solid e Hideo Kojima assegura que este é um jogo de acção diferente do que é habitual.

O mestre Japonês é conhecido pelos seus arrojados enredos, personagens cativantes, ambições cinematográficas e por apostar em mecânicas surpreendentes, algo que espera conseguir novamente neste Death Stranding.

Segundo revelado pela Kojima Productions e Sony Interactive Entertainment, Death Stranding não apresentará o tradicional estado "Game Over", quando o jogo termina e és forçado a reiniciar um nível ou checkpoint.

Numa nova mecânica que parece demonstrar o quão encantado Kojima ficou com a série Stranger Things da Netflix, quando Sam perde a sua vida em combate, serás transportado para uma "realidade invertida", uma versão sombria da realidade normal e de onde terás de escapar.

No entanto, terás de "escolher cuidadosamente os teus métodos de combate, pois matar um adversário quase nunca é a solução - e cada morte carrega uma consequência," diz a Kojima Productions.

Kojima já tinha comentado que podes terminar Death Stranding sem matar ninguém e esta descrição revela que o gameplay do jogo promoverá essa postura não letal em cada jogador.

A companhia revelou ainda que terás de enfrentar diversos objectivos e gerir o peso da tua carga. Além disso, terás de a proteger de bandidos e das Beached Things.

Death Stranding chegará à PS4 a 8 de Novembro de 2019.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.