CEO da Gearbox acusado de partilhar crueldade animal no Twitter

Mais uma controvérsia para Randy Pitchford.

Randy Pitchford, o CEO da Gearbox Software, parece ser um íman natural de controvérsias. Depois de ter sido acusado de receber um bónus secreto de $12 milhões e de ter agredido o actor de voz da personagem Claptrap de Borderlands, o CEO está novamente envolvido em críticas.

Durante o fim-de-semana Randy Pitchford achou que seria engraçado partilhar um vídeo de um gato a ser beliscado pelas pinças de um enorme caranguejo, mas rapidamente foi acusado de partilhar crueldade animal no Twitter. O problema do vídeo é que a situação parece ter sido provocada pela pessoa a filmar.

O vídeo mostra um gato curioso a tocar com a pata na pinça do caranguejo, mas o segundo animal ripostou fechando a pinça na pata do animal. O gato ficou extremamente aflito e a rodopiar descontroladamente no chão. As pessoas que estavam a gravar o vídeo festejaram e riram-se.

Mat Piscatella, um dos analistas do grupo NPD, foi uma das primeiras pessoas da indústria a criticar a partilha de Randy Pitchford. "Tive que bloquear o Pitchford porque ele está a partilhar vídeos que têm crueldade animal. Surreal", disse Piscatella.

As reacções ao vídeo que Randy Pitchford partilhou

Salta para os comentários (8)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (8)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários