Scalebound não foi cancelado por culpa da Microsoft

Platinum Games confirma que a PI pertence à Microsoft.

Scalebound é um nome amargo para os donos de uma consola Xbox One, um exclusivo da Microsoft que encabeçou as listas de jogos mais aguardados para a consola, mas que infelizmente foi cancelado.

O jogo da Platinum Games deu muito que falar ao longo dos anos e apesar de ter sido cancelado em 2017, o mistério em torno do seu cancelamento e dos direitos da propriedade intelectual, ainda continua a dar que falar.

Atsushi Inaba, director da Platinum Games, conversou com o VGC sobre diversos assuntos e um deles foi mesmo Scalebound, um jogo cuja culpa pelo cancelamento não pode de forma alguma ser atribuída à Microsoft.

Inaba diz que custou ver a Microsoft receber tantas críticas por cancelar o jogo e diz que a propriedade pertence à Microsoft, o que não permite desenvolver uma nova versão na Nintendo Switch.

"Ambas as partes falharam e o jogo não alcançou tudo o que queríamos enquanto criadores."

"Não foi fácil ver os fãs furiosos com a Microsoft sobre o cancelamento. Na verdade, quando qualquer jogo em desenvolvimento não é lançado, é porque ambas as partes falharam".

"Penso que existem áreas onde podíamos ter feito melhor e tenho a certeza que existem áreas em que a Microsoft, enquanto editora e parceira, deseja ter feito melhor. Ninguém quer que um jogo seja cancelado."

Scalebound é um projecto que ocupou 4 anos à Platinum Games, mas ajudou a companhia a aprender diversas dolorosas lições e ajudou a Platinum Games a crescer.

"Obviamente, não posso entrar em detalhes, existem regras de conduta enquanto estúdio. Queremos ter a certeza que a editora que nos deu a oportunidade de criar um jogo não é mal tratada."

"Na verdade, não gostamos de ver a Microsoft a sofrer a ira dos fãs porque o desenvolvimento de jogos é duro e ambos os lados aprenderam lições."

Inaba diz que a Platinum Games já cancelou diversos jogos, que não foram anunciados. Isso poderá ter sido o problema de Scalebound, revelado muito cedo.

O director na Platinum Games disse ainda que a propriedade pertence à Microsoft e que não está em desenvolvimento qualquer plano para converter o jogo para a consola da Nintendo.

Salta para os comentários (114)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Assassin's Creed: Valhalla ganha trailer gameplay e data de lançamento

A Ubisoft mostra um pouco do seu promissor épico.

Watch Dogs Legions chega em Outubro e terá versões PS5 e Xbox Series X

Versões de actual geração dão acesso gratuito às de próxima geração.

Também no site...

Comentários (114)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários