Persona 5: The Royal é uma espécie de remake e chegará em 2020

Atlus revela o primeiro trailer e uma nova Phantom Thief.

A Atlus revelou finalmente os primeiros detalhes oficiais de Persona 5: The Royal.

Agendado para 31 de Outubro no Japão e em 2020 nas Américas e Europa, Persona 5: The Royal chegará à PlayStation 4 para te dar uma versão alargada e melhorada do jogo original.

À semelhança do que fez em Persona 4: Golden, a Atlus apresenta-te uma versão expandida, com novos personagens, eventos, funcionalidades, novo confidente e ainda a possibilidade de desfrutar de melhorias.

A Atlus diz ainda que Persona 5: The Royal é uma espécie de renascimento, graças aos seus novos elementos, e vai-te permitir viver o terceiro trimestre - sem esquecer novos inimigos e mais motivos para viver emoções com os Phantom Thieves.

Kasumi Yoshizawa é a jovem mulher que viste no teaser de Persona 5: The Royal e, ao contrário do que podias pensar, não se trata de uma nova protagonista, mas sim da nova personagem a aderir aos Phantom Thieves.

Outra das novas personagens é Takuto Maruki, uma pessoa que chegará ao Liceu Shujin após os eventos de Abril, para ajudar os estudantes a ultrapassar quaisquer problemas que possam sentir - o protagonista é um dos personagens que ajudará.

Persona 5: The Royal foi melhorado para tirar proveito do poder adicional da PlayStation 4 Pro e além de suporte para 4K, existem melhorias gráficas ao teu alcance se jogares na Pro.

A Atlus confirmou ainda que gravou um novo tema para a abertura e outro para o final.

Salta para os comentários (40)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

O que estamos a jogar - 26 Setembro

E tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

As melhorias feitas para Alan Wake Remastered

Remedy mostra vídeo a comparar com o original.

Recomendado | Lost Judgment review - noir contemporâneo fascinante

Uma das melhores experiências narrativas do ano.

Comentários (40)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários