Bioware reconhece problemas num comunicado interno

Casey Hudson diz que está na hora de mudar.

Depois da controvérsia gerada em torno de Mass Effect: Andromeda, a Bioware viu-se envolvida numa nova polémica após Anthem, o seu mais recente jogo, chegar às lojas.

Lançado a 22 de Fevereiro, Anthem dividiu as opiniões e foi alvo de imensas críticas. O apoio pós-lançamento não tem sido o melhor e muito se tem debatido sobre o estado da Bioware para permitir um lançamento neste estado.

Uma recente investigação de Jason Schreier do Kotaku, onde fala dos problemas na Bioware e no desenvolvimento de Anthem, a resposta oficial da Bioware não foi das mais felizes, mas foi agora revelado que, pelo menos internamente, os problemas são reconhecidos.

Num novo artigo, o Kotaku partilha um comunicado de Casey Hudson onde fala dos problemas e da necessidade de os resolver.

Vários funcionários e ex-funcionários da Bioware relatam casos de stress, depressão, ansiedade e da falta de compreensão por parte dos superiores, o que motivou dezenas de pessoas a deixar a companhia.

Hudson, gestor geral da Bioware, enviou um comunicado onde diz que é preciso começar a resolver estes problemas para que a companhia possa voltar a bom rumor.

"Quero partilhar uma nota contigo sobre os meus pensamentos no artigo do Kotaku e a discussão online que levantou," começa Hudson num comunicado enviado aos funcionários e obtido pelo Kotaku.

"O artigo menciona muitos dos problemas no desenvolvimento de Anthem e alguns dos nossos anteriores projectos. Estabelece uma ligação entre esses problemas e a qualidade do nosso espaço de trabalho e do bem-estar dos nossos funcionários. Esses problemas são reais e a nossa principal prioridade é continuar a trabalhar para os resolver."

Hudson diz que não comentaram oficialmente o artigo e não fizeram parte dele pois não concordaram com a referência específica de nomes para crítica pública e que isso não é justo. No entanto, quando aceitou voltar à Bioware sabia muito bem da existência destes problemas e chegou com a ambição de melhorar em muitas das áreas mais criticadas.

"Não te vou dizer que fiz um bom trabalho e num dia como o de hoje, certamente sinto que não fiz. Mas alguns dos passos que já tomamos em relação a isto, incluem um estúdio com missões e valores mais focados, para termos a clareza sobre o que aqui estamos para fazer e como definimos um elevado padrão para a cultura do nosso estúdio."

Hudson diz que estão a fazer esforços para melhorar e espera que numa futura reunião com todo o pessoal, possam falar e fornecer feedback sobre o que podem fazer para tornar a Bioware no melhor local possível para trabalhar.

"Estou empenhado em levar-nos para um ponto onde cumprimos com as maiores expectativas para jogos Bioware, através de um ambiente de trabalho que está entre os melhores do mundo. Com a ta ajuda, chegaremos lá."

O gestor geral da Bioware diz ainda que se alguém quiser conversar pessoalmente, terá todo o gosto em conversar com essa pessoa e ouvir os seus pensamentos.

Publicidade

Salta para os comentários (25)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Estúdios third-party podem agora criar jogos de League of Legends

Riot Games abre o seu universo a outros produtores.

Grand Theft Auto Online está cada vez mais popular

Seis anos depois, é uma máquina de gerar dinheiro.

Esta publicidade da PS4 Pro é de chorar

Já alguma vez um videojogo te fez chorar?

Comando Xbox Elite Series 2 já disponível por 180€

Total controlo sobre a tua experiência de jogo.

Também no site...

Comentários (25)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários