Control mostrará a Remedy irreverente e estranha que conheces

Não quiseram jogar pelo seguro.

A Remedy Entertainment está neste momento a trabalhar em Control, um jogo que chegará em Agosto e que mostrará a companhia Finlandesa a apostar nos seus principais valores.

Conhecida por Max Payne e Alan Wake, a companhia apresentou-te Quantum Break em 2016, um jogo que considera ser diferente do resto, enquanto Control promete ser um regresso às origens.

Numa entrevista com o Eurogamer, Mikael Kasurinen, director de Control, explicou que em Quantum Break tentaram criar um jogo capaz de apelar às massas, enquanto em Control vão voltar a ser estranhos.

"Vamos ser honestos, não somos um dos enorme estúdios espalhados pelo mundo, mas ainda somos independentes. Esta é a nossa propriedade intelectual e decidimos o que acontecerá com ela," disse Kasurinen.

"O mais inteligente para nós é fazer aquilo no qual acreditamos, estarmos prontos para sermos estranhos, sermos até controversos - vamos tentar fazer uma declaração ao invés de jogar pelo seguro. Isso é parte da motivação após Quantum Break. Control é uma expressão disso."

Segundo diz, a Remedy por vezes não se sente confortável em ser ela própria e decidiram jogar pelo seguro com Quantum Break. Quando terminaram o desenvolvimento, sentiram vontade de sair novamente da casca.

"Com Quantum Break, falamos sobre querer - na falta de melhor termo - ser mainstream. Escolhemos cuidadosamente as coisas e por vezes evitamos certas coisas que amamos. Estávamos ansiosos sobre sermos demasiado estranhos."

"Jogamos pelo seguro com Quantum Break de diversas formas. Após terminá-lo, sentimos que queríamos fazer algo diferente. Queríamos ser novamente estranhos."

Control é o resultado dessa vontade em voltar às raízes e apostar em coisas estranhas e Kasurinen diz que Control mostrará a Remedy a ir mais além do que alguma vez foi com o seu gameplay, universo complicado e experiência aberta.

Publicidade

Salta para os comentários (4)

Jogos em destaque neste artigo

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários