A Season 8 de Fortnite chega já amanhã, mas parece que isso não é a única coisa no horizonte para Epic Games.

A juntar-se à cada vez maior lista de personalidades que colocaram processos na produtora por uso indevido das suas danças, acrescentamos mais duas: Jaylen Brantley e Jared Nickens, dois ex-jogadores de basketball da Universidade de Maryland que popularizaram a dança que deu origem ao emote "Running Man" (através do "Running Man Challenge").

Brantley e Nickens acusam a produtora de, alegadamente, copiar a dança que popularizaram em 2016 e de violar os direitos de autor e direitos de publicidade dos jogadores, acusando a companhia de "explorar de forma consistente o talento Afro-americano, copiando as suas danças e movimentos".

Ambos afirmam ter criado uma dança "distintiva e imediatamente reconhecível" que é sinónima deles próprios e que a Epic não a poderá copiar sem pedir permissão e oferecer compensação.

A parte mais interessante neste caso é que, apesar de Brantley e Nickens terem popularizado a dança, o Running Man Challenge foi, aparentemente, lançado por um par de estudantes chamados Kevin Vincent e Jerry Hall - o fenómeno ganhou tamanha dimensão que os quatro foram, inclusivamente, convidados ao talk-show de Ellen Degeneres.

Assim sendo, estas são mais duas pessoas que se juntam a Alfonso Ribeiro (da série Fresh Prince of Bel-Air), rappers 2 Milly e BlocBoy JB e ainda outras personalidades como "Orange Shirt Kid" e o "Backpack Kid".

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Salgado

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Mais artigos pelo Jorge Salgado