Confesso que não estava com muita vontade de experimentar Apex Legends. "Mais um Battle Royale", pensei eu. Actualmente, é fácil cair nesta linha de pensamento. As grandes editoras imitam-se umas às outras e andam todas desesperadamente à procura do próximo grande sucesso, ou se me permitem o termo, a próxima "galinha dos ovos ouros". É o espírito capitalista a imperar sobre os videojogos, em que a criatividade é substituída por fórmulas com provas dadas mas que eventualmente ficam desgastadas de tanto uso.

Apesar de ser mais um Battle Royale, a Respawn Entertainment merece mérito por tentar quebrar as convenções do género. Apex Legends não se limita a fazer exactamente as mesmas coisas que os outros jogos do género já fizeram. Há ideias valiosas e que, com base nalgumas partidas que fizemos ontem à noite, resultam. Como qualquer jogo deste tipo, o lançamento é apenas o começo e há muito trabalho pela frente. Mas a base que a Respawn Entertainment construiu é sólida, evoluindo em certos aspectos o género dos Battle Royale.

O que é ao certo Apex Legends? Apesar de estar inserido no universo de Titanfall, não há titans para pilotar nem tens uma mobilidade exagerada com saltos duplos ou triplos. Em termos de movimentação, é um jogo preso à terra em que não tens de te preocupar com ataques vindos do ar (a não ser que encontres alguém a jogar com o herói Gibraltar, que é capaz de invocar um bombardeamento). O mapa é mais pequeno do que em outros jogos, mas também é mais fácil de assimilar e há menos jogadores em simultâneo (60 no total).

Logo no menu principal Apex Legends mostra ser diferente dos seus concorrentes. Cada jogador tem que escolher um herói com habilidades diferentes. Nesta fase inicial tens oito heróis para escolher, uns mais ofensivos, outros defensivos e aqueles versáteis. Nas partidas que fizemos ontem jogámos sobretudo com Gibraltar, um herói defensivo, mas foi o suficiente para perceber que esta mistura de jogos de heróis (tipo Overwatch) com Battle Royale é positiva e promove uma maior sinergia entre companheiros de equipa.

"Esta mistura de jogos de heróis (tipo Overwatch) com Battle Royale é positiva"

O trabalho de equipa é outro dos focos de Apex Legends. De momento, apenas está disponível um modo de equipas de três, mas o que é curioso, é que durante o salto para o mapa, as três personagens são controladas por apenas um jogador, o que quer dizer que é impossível, pelo menos nesta fase inicial, o grupo separar-se. Os outros jogadores ainda têm liberdade para sugerir o local do mapa para aterrar, mas durante o salto não têm qualquer controlo sob a personagem. Ao início é estranho, mas depois percebe-se que a ideia até tem lógica.

Mas, o que considero ser a maior novidade do jogo da Respawn Entertainment, é a possibilidade de reviver companheiros. Se perderes a vida, vais ficar a rastejar enfraquecido tal como nos outros Battle Royale. Durante este período, os teus companheiros podem curar-te. Todavia, se morreres, os teus companheiros podem pegar na tua bandeira e colocá-la numa plataforma assinalada a verde no mapa para ressuscitares. Há, contudo, uma justa desvantagem. Quando ressuscitas, perdes os itens que tinhas apanhado.

Se já jogaste algum Battle Royale anteriormente, sabes que é extremamente aborrecido morrer (pois vais ficar literalmente a olhar para o ecrã sem a hipótese de fazer nada). É ainda mais aborrecido para os nossos companheiros de equipa, que vão ficar em desvantagem numérica. Em Apex Legends, a morte não significa o fim. Os teus companheiros de equipa podem ressuscitar-te e tu podes ressuscitá-los a eles. Isto torna o jogo mais divertido e menos frustrante quando perdes. Se o objectivo de um Battle Royale é diversão, a visão da Respawn Entertainment está no caminho certo.

"O que considero ser a maior novidade do jogo da Respawn Entertainment é a possibilidade de reviver companheiros"

No resto, Apex Legends segue as convenções do género. Começas sem absolutamente nada, apenas com os teus punhos. Assim que aterras, é uma corrida para apanhar uma arma o mais rápido possível. Os itens de cura e que regeneram os teus escudos são igualmente importantes. Em relação às armas, estão presentes os arquétipos habituais de um jogo de tiros, mas vais encontrar diversas modificações que aumentam o seu desempenho. As armas, além de se dividirem em diferentes tipos, têm uma raridade associada. Geralmente, quanto mais rara a arma, melhor é.

Ainda é cedo para adivinhar se Apex Legends vai conseguir alcançar o nível de sucesso de Fortnite. É uma questão que vai depender muito da capacidade da Respawn Entertainment para responder atempadamente às necessidades da comunidade. Uma coisa é certa: o jogo é divertido e, mais importante, é gratuito, removendo imediatamente aquela barreira de ter que pagar para experimentar um jogo que não sabes se vais gostar. Se gostas de Battle Royale ou de jogos multijogador, devias dar uma oportunidade a Apex Legends. Sim, é mais um Battle Royale, mas a Respawn Entertainment trouxe ideias diferentes para o género e gostamos daquilo que jogámos até agora.

Confere todos os nossos guias sobre Apex Legends:

Apex Legends - Personagens, Habilidades, Poderes

Apex Legends - Quais as melhores armas?

Apex Legends - Easter Egg da Nessy

Apex Legends - Tudo sobre o mapa do jogo

Apex Legends - 55 truques, dicas e funcionalidades secretas

Apex Legends - Guia para Principiantes

Apex Legends - Battle Pass, Crossplay na PS4, Xbox One e PC, Microtransacções, Titans e versão Switch

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Mais artigos pelo Jorge Loureiro

Comentários (25)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Apex Legends - Guia para Iniciantes

Tudo sobre as Hot Zones, Anel e muito mais.

Apex Legends - Personagens, Habilidades, Poderes

Existem 8 no total por onde podes escolher.

Últimas

Star Wars Jedi: Fallen Order chega no final de 2019, confirma Disney

Figuras, brinquedos e livros do jogo anunciados para Outubro.

Castlevania em formato Pop! da Funko

Personagens transformados em figuras.

Filme Detective Pikachu recebe novo teaser

Pikachu e a magia dos Pokémon.

Joga Resident Evil 2 com Regina de Dino Crisis graças a Mod

Comunidade PC criou vários mods para o jogo da Capcom.

Publicidade