Para falar de Unruly Heroes, é quase obrigatório falar primeiro dos seus criadores, do pequeno estúdio Francês chamado Magic Design Studios.

Com cerca de 18 pessoas, a Magic Design Studios é na sua grande maioria composta por ex-funcionários da Ubisoft Montpellier, a principal responsável pela série Rayman e que te entregou os sensacionais Rayman Origins e Rayman Legends.

Agora a trabalhar por conta própria, estes criativos sentiram que passados 6 anos após o lançamento de Rayman Legends, o mundo precisa de mais jogos de acção e aventura em 2D com uma qualidade gráfica de espantar.

Talvez seja por isso que Unruly Heroes consegue relembrar tanto os trabalhos da Ubisoft nos mais recentes jogos de Rayman e talvez ajude a explicar como conseguiram acertar à primeira - é um pequeno estúdio indie, mas composto por pessoas talentosas com mais de 10 anos de experiência na indústria.

O percurso na Ubisoft permitiu ao talento na Magic Design Studios criar um indie que poderá até enganar algumas pessoas e figura já como um bom vislumbre da qualidade que estas produções independentes podem alcançar numa próxima geração.

Unruly Heroes é um jogo de acção e aventura, com plataformas e quebra-cabeças à mistura, apresentado totalmente em 2D e inspirado no clássico "Jornada ao Oeste" ou "Lenda do Rei Macaco", que já serviu de fonte a diversos livros, jogos e filmes.

Neste seu primeiro jogo, o estúdio Francês inspirou-se nesse romance Chinês para os personagens, cenários, história, níveis e até bosses, apresentando-te um jogo engenhosamente simples, mas com uma qualidade que rivaliza com alguns projectos apoiados pelas grandes editoras.

De uma forma muito resumida, Unruly Heroes é uma espécie de Rayman Origins/Legends com uma temática Oriental, inspirada nesse clássico romance. Os quatro personagens que acompanharás nesta jornada (que pode ser jogada com amigos) são o teu meio de interacção com este belo e perigoso mundo Oriental. Ao longo da tua jornada, terás de percorrer diversos locais inspirados nas lendas Chinesas e neste conto, enfrentarás personagens e animais com recurso aos movimentos de combate de cada um, mas também terás de resolver quebra-cabeças.

Existem níveis onde terás de ultrapassar secções de plataformas exigentes, e no geral, o equilíbrio entre combates, plataformas e puzzles está muito bem gerido. Os puzzles são, na sua grande maioria, muito simples e conseguem não interferir com o ritmo, mas mesmo assim desafiar. Unruly Heroes tem momentos altamente divertidos e se jogaste um dos já referidos jogos de Rayman, sabes bem o que te espera.

Correr pelos cenários, espancar animais estranhos que te tentam impedir de seguir, saltar de forma ritmada por plataformas enquanto escapas de um monstro, tentar encadear movimentos para conseguir resolver um puzzle ou usar habilidades específicas para desbloquear rotas, Unruly Heroes é um jogo que relembra clássicos de outra geração, mas feito com uma estética actual.

1

Unruly Heroes é na maioria do tempo um jogo muito divertido que conseguiu capturar aquela sensação de constante deslumbramento pelos cenários, tal como em Rayman Origins e Legends. No entanto, terás de ter em conta que é um jogo que consegue ser ainda mais divertido quando jogado com outras pessoas. Existem ainda ocasionais picos de dificuldade que te podem maçar um pouco e a segunda metade do jogo consegue ser bastante exigente, mas assim que ficares amarrado, não conseguirás parar de jogar.

O início de 2019 promete reforçar uma ideia que perdura há muito e que em 2018 ficou bem explícita - os indies tornaram-se numa faceta fulcral desta indústria. Jogos como Unruly Heroes mostram bem o patamar de excelência que podem almejar e como produções que anteriormente estavam apenas ao alcance das grandes editoras, são agora possíveis mesmo com estúdios mais pequenos. Divertido, visualmente deslumbrante e engenhoso, Unruly Heroes promete figurar com um dos melhores indies de 2019.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.