Depois de 8 anos, a Bungie anunciou o fim da relação com a Activision e a aquisição total dos direitos sobre a propriedade Destiny.

Num comunicado oficial, apresentado no site da Bungie, a companhia elogia o apoio prestado pela editora, dizendo que sem a Activision não conseguiria criar uma experiência na escala que alcançou.

"Com a Activision, criamos algo especial. Até à data, Destiny entregou uma combinação de mais de 50 milhões de jogos e expansões a jogadores em todo o mundo," diz a Bungie.

"Desfrutamos de 8 anos de sucesso e gostaríamos de agradecer à Activision pela sua parceria em Destiny. Olhando em frente, estamos entusiasmados por anunciar planos para a Activision transferir os direitos de Destiny para a Bungie."

A Bungie diz que com a ajuda da comunidade poderá realizar agora uma tarefa que não conseguiria há 8 anos atrás - assumir as responsabilidades por lançar Destiny e focar-se nas suas próprias propriedades intelectuais.

"Sabemos que assumir as responsabilidades pelo lançamento não será fácil; ainda temos muito para aprender consoante crescimentos enquanto um estúdio global independente, mas vemos infindáveis oportunidades e potencial para Destiny."

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão

Comentários (55)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

RecomendadoDestiny 2: Forsaken - Análise - novamente entusiasmante

A nova expansão eleva a série a um patamar superior.

Destiny 2 - Tudo sobre a missão Sleeper Simulant

Como completar os vários passos da missão Sleeper Simulant em Destiny 2.