Blizzard reduz a equipa de Heroes of the Storm

Cancela os planos eSports para o jogo.

A Blizzard anunciou cortes relacionados com Heroes of the Storm - reduzindo a equipa e cancelando os planos eSports.

O staff será colocado noutros projectos e por enquanto ainda não sabemos quantas pessoas deixaram a equipa dedicada ao MOBA.

A Blizzard diz que foi uma decisão difícil e que não tomam este tipo de decisões de ânimo leve, mas estes funcionários são precisos noutros projectos.

"Temos agora mais jogos vivos e projectos não anunciados do que em qualquer outro momento da história da companhia," disse a Blizzard num comunicado assinado por J. Allen Brack e Ray Gresko, responsável pela equipa criativa.

"Também estamos num ponto em que precisamos pegar em alguns dos nossos talentosos funcionários e levar as suas habilidades para outros projectos.

"Assim sendo, tomamos a difícil decisão de mudar alguns funcionários de Heroes of the Storm para outras equipas e estamos entusiasmados por ver a paixão, conhecimento e experiência que vão trazer para esses projectos. Não é a primeira vez que tivemos de tomar decisões complicadas como esta. Jogos como Diablo 2, World of Warcraft, StarCraft 2, Overwatch e mais não existiriam se não tivessem sido tomadas decisões como esta."

Isto não é o final para Heroes of the Storm - a Blizzard lançará novos heróis e eventos, mas num ritmo muito mais lento.

Além disso, o Heroes Global Championship e o Heroes of the Dorm, eventos eSports, foram cancelados. "Sentimos que é a decisão correcta ao invés de seguir em frente de uma forma que não estaria à altura dos padrões que os jogadores e fãs esperam," disse a Blizzard.

Heroes of the Storm chegou em 2015, quando os MOBAs desfrutavam de imenso sucesso, mas parece que a indústria seguiu em frente.

Num dos géneros mais competitivos da indústria, Heroes of the Storm nunca conseguiu encontrar o seu espaço entre os mais populares e rentáveis, o que poderá ajudar a explicar esta decisão da Blizzard.

1
Heroes acabou de receber um evento de Natal.

Publicidade

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Candidato à presidência dos EUA diz que criadores de jogos são "pequenos sacanas"

Joe Biden diz que criam jogos que ensinam a matar pessoas.

Fotos do Dualshock 5 partilhadas na internet

Por funcionário de limpeza num estúdio.

"Os jogos mais bonitos estão na PS4, devido à direcção artística e não poder," diz criador

Elogia ainda a coragem da Sony em apostar em propostas diferentes.

Sekiro nomeado o Jogo do Ano nos Game Awards 2019

Disco Elysium foi um dos grandes nomes da noite.

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários