Na semana passada a Valve anunciou uma mudança drástica para CS: GO.

Depois de anos como um jogo pago, CS: GO efectuou uma transição para o formato free-to-play e introduziu um modo Battle Royale. São duas alterações que, sem dúvida, foram influenciadas pelo sucesso massivo de Fortnite e pela ascensão do género Battle Royale nos últimos meses.

Para quem nunca jogou CS: GO, o facto de que agora se pode jogar de graça é positivo, no entanto, alguns jogadores que pagaram pelo jogo não estão contentes com decisão e decidiram usar a ferramenta de análises do Steam para que as suas críticas sejam ouvidas.

Na página Steam de CS: GO, verificou-se que a 7 de Dezembro de 2018, dia em que foi anunciada a transição para free-to-play, houve uma grande quantidade de análises negativas publicadas. Nos dias seguintes, a quantidade de análises negativas foi diminuindo gradualmente.

As críticas negativas são muitas, mas no geral, parece que há jogadores preocupados com o futuro do jogo e que possa ser arruinado. Depois, há críticas como "Battle Royale = Cancer", há quem esteja preocupado com a chegada de mais batoteiros e há quem afirme que o jogo ficará infestado de miúdos.

Concordas com as críticas negativas dos jogadores?

CS_Go_analises_negativas

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Mais artigos pelo Jorge Loureiro

Comentários (28)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

CS: GO passa a ser Free-to-play e recebe Battle Royale

Para quem comprou o jogo há recompensas.

Dust2 de CS GO terá uma versão actualizada e refinada

Um dos mapas mais populares do FPS da Valve.

Torneio de CS GO decorreu suspenso no ar

Não recomendado a quem tem vertigens.

K1ck criaram a sua Gaming House

Uma equipa de eSports portuguesa.

Publicidade