Os problemas da Starbreeze ficaram piores após uma rusga das autoridades Suecas.

Os responsáveis por PayDay viram o seu escritório ser invadido pela polícia após a suspeita de um crime de informação privilegiada, avança o Dagens Industri.

A Autoridade Sueca para o Crime Económico foi vista a transportar computadores da sede da Starbreeze em Estocolmo e uma pessoa foi detida, mas as autoridades não divulgaram o seu nome.

A Starbreeze já enfrentava diversos problemas, devido à fraca prestação do jogo Overkill's The Walking Dead, que forçou uma reestruturação da companhia, que se tentava salvar após alguns lançamentos que não estiveram à altura do desejado.

Para evitar abrir falência, a Starbreeze efectuou um pedido de "reestruturação" perante o tribunal de Estocolmo, para conseguir algum tempo e encontrar o dinheiro necessário para pagar as dívidas.

A companhia já tinha informado os seus funcionários para cortar nas despesas, mas a prestação do jogo poderá ser pior do que esperado.

Bo Andersson, CEO da Starbreeze, deixou recentemente a companhia e no seu lugar ficou Mikael Nermark.

As coisas estão más para a Starbreeze e estes novos acontecimentos podem deixar em apuros séries como Payday.

Publicidade

Jogos em destaque neste artigo

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão

Comentários (4)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados