A EA apresentou uma actualização que aplica um nerf aos defesas controlados pela inteligência artificial em FIFA 19.

A actualização reduz a eficácia defensiva dos colegas controlados pela IA - algo que era muito pedido pelos jogadores de FIFA pois rapidamente descobriram que é melhor deixar a IA tratar dos lances defensivos.

A partir de agora, um defesa controlado pela IA não será tão eficaz no bloqueio dos remates e a EA reduziu a distância que um defesa se pode esticar e bloquear um remate. A EA também aplicou um nerf à distância que o defesa pode alcançar quando tenta uma entrada de carrinho.

A actualização aumenta o impacto da fatiga quando jogas em pressão defensiva e isto promete um grande impacto na fatiga - especialmente quando jogas em constante pressão como parte do teu plano de jogo ou pressão de equipa.

A EA também aumentou a eficácia de uma entrada bem calculada, encorajando-te a defender manualmente, pois aumentou a tendência da bola se distanciar do jogador que dribla após a entrada, aumentando a probabilidade deste perder a posse de bola.

Deverá ajudar imenso nos momentos em que alcanças e cortas a bola para depois o atacante ficar de imediato com ela.

Outra alteração interessante é a redução no número de passes ao primeiro toque entre jogadores controlados pela CPU na sua defesa, nas dificuldades Legendary e Ultimate.

Deverá mudar imenso o comportamento defensivo das equipas e permitir recuperar mais rapidamente a bola.

Esta actualização foi bem recebida pela comunidade, como podes ver no FIFA subreddit, onde a EA está a ser elogiada por corrigir alguns dos maiores problemas no gameplay de FIFA 19.

1

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão