A Epic Games está a ser novamente criticada por apresentar danças no popular Fortnite sem qualquer menção aos artistas que as criaram, que por sua vez não são compensados.

Não é a primeira vez que um artista critica a Epic, Chance the Rapper já tinha pedido mais reconhecimento e uma melhor atitude por parte da Epic, mas agora é o rapper 2 Milly que ameaça processar a companhia que criou Fortinite.

Segundo avançado pela CBS, 2 Milly ficou espantado quando lhe disseram que a sua dança estava no jogo, algo que não sabia e não gostou de saber.

2 Milly não é um nome muito conhecido a nível mundial, mas tornou-se numa espécie de celebridade nos Estados Unidos da América quando a sua dança "Milly Rock" foi apresentada num vídeo seu, mais tarde copiada por outros artistas e atletas.

"Todos me diziam, 'Meu, a tua dança está no jogo.' Eles na verdade vendem esse movimento em particular. É para comprar. Foi quando pensei...nada disso, isto não pode continuar por muito tempo," disse 2 Milly.

Há muito que Fortnite: Battle Royale copia movimentos da cultura popular para criar as danças/emotes que vende aos jogadores, uma das principais fontes de receita num jogo que é gratuito.

2 Milly vai processar a Epic Games pelo uso da Milly Rock, mas diz que não está à procura dos milhões, apenas quer proteger o que é seu e ser reconhecido pelo seu trabalho.

"Swipe It", o emote/dança, conhecido na vida real como "Milly Rock" esteve disponível durante a 5ª Temporada de Fortenite, mas já não o podes obter ou comprar.

No entanto, os jogadores que o conseguiram obter, podem continuar a usá-lo.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão

Comentários (38)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados