Há momentos inesquecíveis e aquele que Gonçalo "RastaArtur" Pinto viveu no passado sábado dificilmente lhe sairá da memória. Trata-se do magnífico golo que marcou contra o jogador alemão Moauba, nos oitavos-de-final da Continental Cup, uma competição que aconteceu este fim de semana no decurso da Paris Games Week. Após a realização da final o júri atribuiu-lhe o prémio do melhor golo do torneio. Uma entrega merecida, tendo em conta como a bola circulou entre os jogadores, na zona ofensiva, a culminar numa magnífica finalização de Ronaldinho Gaúcho.

Infelizmente, esse golo não foi suficiente para reverter a contenda contra o adversário germânico. Proeza lograda nos instantes finais de uma partida que perdera por 5-4. Ficou a ideia de quase lá chegar. No entanto, Gonçalo regressa a Portugal satisfeito com a sua prestação, sabendo que está entre os melhores jogadores do mundo de Fifa 19 e que a sua oportunidade para brilhar ao nível internacional chegará.

De seguida podem ver o golo, para ver e rever mais do que uma vez. Magistral.

Num torneio que foi ganho pelo norte-americano Joksan, que arrecadou um prémio de 20 mil euros e ainda um bilhete para a final da Liga dos Campeões, que terá lugar no estádio Wanda Metropolitano, no dia 1 de Junho de 2019, destaque para a elevação da competição ao longo dos três dias, proporcionando jogos de grande qualidade e dramatismo à mistura, com imensas remontadas.

1

Se não acompanharam a prova, podem rever toda a competição. A fase de grupos no primeiro dia. As eliminatórias no segundo dia e as meias-finais e final, no terceiro e último dia.

Em termos mundiais a competição em FIFA 19 prossegue com a FIFA Global Series, uma prova na qual Gonçalo Pinto estará presente.

Publicidade

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Mais artigos pelo Vítor Alexandre