Bolsomito 2K18 é um jogo Brasileiro que está a dar que falar pelos piores motivos.

Disponível no Steam desde 6 de Outubro, Bolsomito 2K18 é um beat' em up pixel art onde tens de purgar o país dos "males do comunismo" e "a crescente corrupção e inversão dos valores que afligem esta sociedade".

Os jogadores descrevem-no como uma "óbvia incitação à violência contra pessoas de cor, mulheres, LGBT e pessoas de esquerda."

"É uma pena que o Steam tenha permitido que tamanho absurdo tenha sido lançado sequer," diz um utilizador chamado Cyberpunk. "Lembras-te de Hatred e Ethnic Cleansing? Isto é tão mau quanto esses, se não for pior. Tenta imaginar Postal sem sarcasmo. É isto."

2
Uma imagem de Bolsomito 2K18.

Como se matar minorias não fosse mau o suficiente, o jogo é inspirado pelo actual clima político Brasileiro e o próprio nome é uma alusão a Jair Bolsonaro, um dos mais fortes candidats nas eleições.

Frequentemente comparado a Trump, Bolsonaro já deu que falar pelo uso de palavras e termos chocantes e Bolsomito 2K18 coloca-o como a personagem principal, já no papel de Presidente.

Perante o seu contexto, as entidades governamentais Brasileiras abriram uma investigação que envolve a Valve, o Steam e a BS Studios - responsável pelo jogo, para descobrir como o jogo foi aceite pela plataforma.

1
A Valve está a ser investigada.

A investigação surgiu pois o jogo foi lançado dois dias antes da primeira ronda das eleições e o seu intuito é claro para as autoridades Brasileiras, "prejudicar a Presidência da República e consequentemente embaraçar as eleições de 2018" e ainda "causar danos morais colectivos aos movimentos sociais, gays e feministas."

O jogo pretende causar controvérsia e o "jogador ganha pontos, no papel de Jair Bolsonaro, ao matar militantes, gays e feministas".

O intuito das autoridades Brasileiras é claro, remover Bolsomito 2K18 da loja e perceber como este jogo conseguiu ficar à venda na loja digital

3
A página de Bolsomito 2K18 no Steam.

A Valve ainda não se pronunciou sobre Bolsomito 2k18.

Esta não é a primeira vez que as políticas da Valve são criticas por permitir que praticamente qualquer jogo seja posto à venda na sua loja.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Mais artigos pelo Bruno Galvão

Comentários (205)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Últimas

Publicidade