Sony explica a demora em activar o cross-play na PS4

"Não é tão fácil quanto pressionar um interruptor."

A Sony anunciou esta semana que iria activar cross-play na PlayStation 4 com outras consolas, começando com Fortnite numa beta que serve para reagir aos pedidos da sua comunidade.

Em Junho, a pressão sobre a decisão da Sony em isolar a versão PS4 das versões Switch e Xbox One tornou-se maior quando os jogadores descobriram que não podiam usar a sua conta na híbrida da Nintendo após a usar na PS4.

No entanto, a temática persiste há mais tempo e a Sony demorou imenso tempo a concordar, algo sobre o qual Shawn Layden, chefe da PlayStation Worldwide Studios foi questionado no PlayStation Blogcast mais recente.

Layden explicou que não é assim tão fácil quanto alguns podem pensar, existem desafios a nível técnico e até no serviço de apoio ao cliente que precisavam ser resolvidos.

"Sabemos que isto é pedido, é um desejo, e queremos entregá-lo da melhor forma possível. Permitir cross-play não é uma questão de activar um interruptor e está feito. É um atributo ou funcionalidade muito multi-dimensional."

"Tivemos de olhar para isto de um muito de vista técnico, temos de trabalhar com as nossas parceiras de um ponto de vista empresarial, temos de ter a certeza que se activarmos isto, temos o devido apoio ao cliente, temos a mensagem certa, temos todas estas diferentes coisas que precisas acertar. É preciso seguir isto numa certa ordem para preparar tudo."

Para a Epic com Fortnite, poderá ser mesmo uma questão de pressionar um interruptor e no passado, a companhia permitiu acidentalmente que jogadores Xbox One jogassem com jogadores PS4.

No entanto, Layden admitiu que a Sony demorou mais tempo do que desejava a activar o cross-play entre consolas.

"No entanto, demoramos mais do que gostaríamos, mas demorou tanto tempo pois foi preciso ficar pronto e terminado, a razão pela qual conseguimos anunciá-lo na passada Terça-feira e activá-lo ao mesmo tempo."

Durante estes últimos dias, os jogadores PS4 têm jogado Fortnite com jogadores de outras consolas e as coisas estão a correr bem.

"Não ouvi qualquer feedback sobre problemas. É uma beta, por isso esperamos soluços pelo caminho. Mas estaremos atentos. Estamos encantados por ver as pessoas a receber o que queriam e a deixarem de me mandar tantas mensagens."

Agora, as atenções viram-se para outros jogos e se a Bethesta confirmou que Fallout 76 não terá cross-play, a Psyonix parece mais do que pronta para o activar em Rocket League, enquanto a Microsoft poderá activar essa funcionalidade em Minecraft.

Layden entende o entusiasmo com as possibilidades, mas não adianta muito.

"De momento, estamos em beta. Penso que assim que provarmos que tudo isto se aguenta, sólido e bem, adoraria ver outros jogos no serviço cross-play ao longo do tempo."

Publicidade

Salta para os comentários (32)

Jogos em destaque neste artigo

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

The Game Awards - Todas as novidades numa página

A Xbox Series X, os vencedores, jogos PS5 e mais.

Senua's Saga: Hellblade II anunciado para a Xbox Series X

Trailer feito com o motor do jogo é impressionante.

Sekiro nomeado o Jogo do Ano nos Game Awards 2019

Disco Elysium foi um dos grandes nomes da noite.

Ghost of Tsushima chegará no Verão de 2020

Viagem ao Japão garantida entre Junho e Setembro.

Também no site...

Comentários (32)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários