Sony explica a demora em activar o cross-play na PS4

"Não é tão fácil quanto pressionar um interruptor."

A Sony anunciou esta semana que iria activar cross-play na PlayStation 4 com outras consolas, começando com Fortnite numa beta que serve para reagir aos pedidos da sua comunidade.

Em Junho, a pressão sobre a decisão da Sony em isolar a versão PS4 das versões Switch e Xbox One tornou-se maior quando os jogadores descobriram que não podiam usar a sua conta na híbrida da Nintendo após a usar na PS4.

No entanto, a temática persiste há mais tempo e a Sony demorou imenso tempo a concordar, algo sobre o qual Shawn Layden, chefe da PlayStation Worldwide Studios foi questionado no PlayStation Blogcast mais recente.

Layden explicou que não é assim tão fácil quanto alguns podem pensar, existem desafios a nível técnico e até no serviço de apoio ao cliente que precisavam ser resolvidos.

"Sabemos que isto é pedido, é um desejo, e queremos entregá-lo da melhor forma possível. Permitir cross-play não é uma questão de activar um interruptor e está feito. É um atributo ou funcionalidade muito multi-dimensional."

"Tivemos de olhar para isto de um muito de vista técnico, temos de trabalhar com as nossas parceiras de um ponto de vista empresarial, temos de ter a certeza que se activarmos isto, temos o devido apoio ao cliente, temos a mensagem certa, temos todas estas diferentes coisas que precisas acertar. É preciso seguir isto numa certa ordem para preparar tudo."

Para a Epic com Fortnite, poderá ser mesmo uma questão de pressionar um interruptor e no passado, a companhia permitiu acidentalmente que jogadores Xbox One jogassem com jogadores PS4.

No entanto, Layden admitiu que a Sony demorou mais tempo do que desejava a activar o cross-play entre consolas.

"No entanto, demoramos mais do que gostaríamos, mas demorou tanto tempo pois foi preciso ficar pronto e terminado, a razão pela qual conseguimos anunciá-lo na passada Terça-feira e activá-lo ao mesmo tempo."

Durante estes últimos dias, os jogadores PS4 têm jogado Fortnite com jogadores de outras consolas e as coisas estão a correr bem.

"Não ouvi qualquer feedback sobre problemas. É uma beta, por isso esperamos soluços pelo caminho. Mas estaremos atentos. Estamos encantados por ver as pessoas a receber o que queriam e a deixarem de me mandar tantas mensagens."

Agora, as atenções viram-se para outros jogos e se a Bethesta confirmou que Fallout 76 não terá cross-play, a Psyonix parece mais do que pronta para o activar em Rocket League, enquanto a Microsoft poderá activar essa funcionalidade em Minecraft.

Layden entende o entusiasmo com as possibilidades, mas não adianta muito.

"De momento, estamos em beta. Penso que assim que provarmos que tudo isto se aguenta, sólido e bem, adoraria ver outros jogos no serviço cross-play ao longo do tempo."

Publicidade

Salta para os comentários (23)

Jogos em destaque neste artigo

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Xbox One terá filtros de texto para combater toxicidade

Recebeste muitas mensagens de ódio? Aqui está uma solução.

Tira fotografias em Control a partir de amanhã

A Oldest House tem muito potencial fotográfico.

Arrancaram os testes do xCloud da Microsoft

Por enquanto apenas para E.U.A, Reino Unido e Coreia.

Também no site...

Comentários (23)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários