Criador de The Last Guardian diz que agora consegue trabalhar mais rapidamente

No passado, não seria possível construir desta forma o seu novo jogo.

Fumito Ueda é um dos nomes mais adorados entre os adeptos da marca PlayStation, graças a clássicos como Ico e Shadow of the Colossus.

Depois do longo período de desenvolvimento de The Last Guardian, anunciado como título PS3, que depois ficou perdido no limbo e quase dez anos mais tarde viu a luz do dia na PlayStation 4, Ueda diz que agora consegue trabalhar com maior rapidez.

Em conversa com a EDGE, via GamingBolt, Ueda disse que no passado não conseguiria trabalhar desta forma e que consegue realizar ideias com muito mais rapidez.

Segundo Ueda, a GenDesign, a equipa que lidera nos trabalhos para o seu próximo jogo, que será igualmente ambicioso aos seus anteriores trabalhos, consegue dar vida às suas ideias numa questão de horas ou dias - algo que era impossível há uns anos atrás.

Devido às tecnologias limitadas existentes durante o desenvolvimento de jogos como Shadow of the Colossus ou The Last Guardian, as suas ideias demoravam muito mais tempo a ganharem vida.

"No passado, demorava uma semana ou duas para uma ideia da minha cabeça ser realizada no jogo," disse o criador Japonês.

"No entanto, agora que temos ferramentas modernas ao nosso dispor, podemos realizar por completo uma nova ideia numa questão de dias ou horas. A forma como estamos a construir o nosso próximo jogo simplesmente não era possível há anos atrás, quando desenvolvemos The Last Guardian e Shadow of the Colossus."

Isto deverá agradar os fãs de Ueda e da GenDesign, que esperam ver o jogo chegar às lojas muito mais rapidamente que The Last Guardian.

Publicidade

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários