A Bethesda tem sido uma das maiores apoiantes da Nintendo Switch, onde apresentou Skyrim, DOOM e Wolfenstein 2.

Enquanto esperamos pela expansão de Wolfenstein 2 e por DOOM Eternal (ambos confirmados para a Switch), uma das questões mais frequentes é sobre RAGE 2 e uma possível versão Switch.

Anteriormente, Tim Willits, director da id Software, responsável por DOOM, comentou que a equipa está focada nas versões PS4, Xbox One e PC, não tendo ainda investigado uma possível versão Switch.

Agora, Pete Hines da Bethesda também falou sobre o assunto e explicou que é uma situação muito específica, um motor diferente e que nem sabem se corre na consola.

"Falamos sobre isso, mas é uma tecnologia e motor completamente diferentes. A coisa boa em DOOM, Wolf e DOOM Eternal é que todos usam o id Tech, RAGE 2 usa o motor da Avalanche, por isso é uma besta diferente em termos de um mundo aberto ininterrupto onde podes jogar."

"Falamos um pouco sobre isso. Ainda é incerto se poderia sequer correr na Switch," acrescentou Hines.

A Bethesda acredita que os seus jogos apenas são lançados numa plataforma quando o conseguem fazer sem comprometer a experiência e é por isso que está a lançar títulos na Switch, sem esquecer a popularidade da consola.

"Queremos que o máximo possível de pessoas possam jogar os nossos jogos. É investido muito tempo e esforço na criação destes jogos. Se apresentá-los numa nova plataforma permite que mais pessoas os joguem, fantástico. Até agora, a recepção tem sido boa, as pessoas gostam a sério dos jogos, por isso vamos continuar."

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.