Ubisoft explica porque razão The Division 2 decorre em Washington D.C.

Seattle e New Orleans também eram candidatas.

The Division 2 não decorre em Nova Iorque como o primeiro jogo. Em vez disso, a Ubisoft escolheu Washington D.C. como o palco para a sequela, contudo, existiam outras cidades americanas em cima da mesa.

Manny Diaz, o lead level designer de The Division 2, revelou ao PC Gamer durante a Gamescom 2018 que cidades como Seattle e New Orleans eram outras possibilidades para The Division 2.

Washington D.C, a capital dos Estados Unidos, tornou-se numa preferida dos produtores devido à diversidade de cenários, um contraste com a cidade do primeiro jogo, Nova Iorque, conhecida por grandes avenidas e arranha-céus sem fim.

"Um sítio como D.C. dá-nos natureza, grandes espaços abertos, os monumentos e uma maior sensação de vida Selvagem," disse Manny Diaz.

Uma curiosidade é que os engenheiros de áudio de The Division 2 passaram noites na cidade a gravar o som da cidade, evitando assim o ruído ambiente que uma cidade desta escala tem durante o dia.

"D.C. foi construída num pântano, o ar é quente e pegajoso durante o Verão; mas também tem muita cor e é um bom contraste em comparação ao primeiro The Division."

The Division 2 será lançado a 15 de Março de 2019. No vídeo gameplay em baixo podes conferir os primeiros minutos do jogo e a cidade Washington D.C.

Salta para os comentários (0)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (0)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários