Yakuza foi recusado pela Microsoft e Nintendo que agora o querem

Produtor fala do interesse actual pela série.

Até há bem pouco tempo, a série Yakuza estava associada especialmente às consolas PlayStation, mesmo tendo chegado à Wii U, mas as coisas podiam ter sido bem diferentes.

Toshihigo Nagoshi, criador e produtor da série, confessou que a Microsoft e a Nintendo recusaram Yakuza, que acabou por ser apoiado pela Sony, mas agora as duas companhias já querem estes jogos nas suas consolas.

Em conversa com a EDGE, Nagoshi falou sobre o início da série e do actual interesse na série de Kazuma Kiryu.

"Nunca disse isto antes, mas apesar de termos lançado o jogo com a Sony, eu fiz apresentações sobre ele à Microsoft e Nintendo. Na altura, disseram 'Não, não o queremos'. Agora dizem, 'Queremos o jogo'. Não entenderam a razão pela qual o criei."

Nagoshi teve ainda problemas em conseguir luz verde da SEGA, que preferia um título feito a pensar numa audiência global e em ambientes diferentes como fantasia ou militar.

"Como estava tudo a pensar nas mesmas coisas, estava tudo a fazer jogos similar. Mas eu pensei que não era certo seguir nessa direcção. Comecei por abandonar a ideia de vender em todo o mundo. Depois decidi que não me importaria se as jogadoras não gostassem do jogo; depois que não poderia ser jogado por crianças. Quando decidi tudo isso, o único alvo restante eram os homens Japoneses."

Nagoshi teve de tomar uma decisão pouco profissional e quando a Sammy estava prestes a comprar a SEGA, apresentou Yakuza ao seu futuro novo patrão e contornou o patrão na SEGA, que ficou furioso com Nagoshi após ser informado que a Sammy aprovava o projecto.

Sobre o futuro, sobre Shin Yakuza, Nagoshi quer um jogo hardcore, mas que ao mesmo tempo seja interessante e cuja tecnologia seja capaz de conquistar o jogador, mas ao mesmo tempo de o surpreender.

Nagoshi disse ainda que gostaria de aumentar o número de jogadores que podem jogar em Shin Yakuza, algo que poderia servir para reintroduzir Kazuma Kiryu a uma nova audiência.

Salta para os comentários (90)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (90)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários