Com lançamento previsto para o próximo dia 28 de Setembro, a EA Sports entra na derradeira fase de produção do seu jogo de futebol. FIFA 19 será um jogo de mudanças, não só na jogabilidade mas também nos modos de jogo e na inclusão de novas competições. A começar pela presença das licenças da UEFA para as competições de clubes, nomeadamente a liga dos campeões, a liga europa e a supertaça europeia. É um trio de valor que não só faculta a estrutura habitual da competição como ainda se compagina com vários modos de jogo, entre os quais o famoso Journey, o guião que volta a colocar Alex Hunter sob os holofotes do futebol mundial, naquele que será o último desenvolvimento do futebolista que começou no Manchester United, treinado precisamente por José Mourinho.

Depois de divulgadas as principais novidades em torno da liga dos Campeões e da jogabilidade, este ano com mais animações e o novo "active touch system", revelamos hoje mais detalhes sobre duas componentes de FIFA 19. Uma já clássica, o icónico modo FUT e, a novidade, o Kick Off 2.0 ou "the new kick off", um modo diferente que dará novos desafios aos jogadores, através das regras da casa, como nos contou Sam Riviera, "lead gameplay producer" de FIFA 19.

O novo "kick off" é uma espécie de base de dados estatísticos das nossas partidas, desafios, progressos e criação da ID. É nesta opção de escolha rápida que podemos disputar as finais directamente, de qualquer competição nacional ou internacional, seja a final da liga dos campeões ou a supertaça europeia. Todos os dados podem ser guardados e revisitados futuramente, até mesmo pelos adversários. Permitindo uma melhor gestão da carreira, possibilita uma série de modos de jogo através das regras da casa.

1
No Kick Off poderão jogar directamente a final da Liga dos Campeões.

Sam Riviera descreveu-nos algumas opções: "Em termos de regras da casa, o que é talvez a opção mais interessante é o modo "survival" e que consiste no seguinte: sempre que marcas um golo, perdes um jogador. Isso cria diferentes momentos, situações a que não estás habituado, a jogar por exemplo com sete jogadores se fizeres três golos e por isso tens que adaptar a tua forma de jogar, criar aquele espaço, tirar partido daquele espaço".

"Outra opção é o "Long Range", que significa que se marcares um golo fora da área, esse golo vale a dobrar, são dois golos. Isso leva-te a jogar de uma forma completamente distinta. Outra opção consiste em validar como golos apenas cabeçadas e bolas pelo ar. Se não respeitares essa regra e rematares sem ser nessas condições não conta. Para o golo ser validado tens que levantar a bola, efectuar um "flick" com o "stick" direito e quando a bola estiver no ar podes rematar. O golo é válido. Isso requer um nível de habilidade superior à média."

Apesar da maior dificuldade nalgumas opções, através deste quadro de modos de jogo os produtores pretendem atenuar as diferenças de qualidade entre dois jogadores, ao incrementar o desafio para quem é habitualmente melhor e dar possibilidades de luta a quem seja menos hábil: "Podes ser muito bom em FIFA e venceres-me com regularidade mas se jogares pelas regras da casa, talvez eu possa ganhar-te. Há muitas coisas novas e esses são apenas alguns exemplos. Há coisas que optamos por incluir para uma experiência mais casual."

2
No modo FUT os jogadores surgem com especiais animações, sendo este movimento de Neymar a sua imagem de marca.

Se o novo kick off é um dos principais atractivos em matéria de novidades para a edição FIFA 19, já o FIFA Ultimate (FUT) permanece como a opção com mais popularidade entre os jogadores de FIFA, havendo mesmo quem só compre o jogo para criar a sua equipa de sonho que é o que basicamente permite esta opção. Desde há vários anos que a equipa de produção tem vindo a introduzir alterações no sentido de cativar ainda mais adeptos e garantir profundidade ao sistema. FUT 17 ficou marcado pelo FUT champions, enquanto que FUT 18 se notabilizou pelas "Squad Battles" (desafio contra a IA). Para FUT 19 vão criar algo intermédio, referiu Tyler Blair, produtor responsável pelo modo de jogo.

O principal destaque desta edição são as Division Rivals, um agregado de clubes formados por jogadores com a mesma categoria. Estas divisões são grupos baseados nas capacidades e dados estatísticos dos jogadores, o que permite uma melhor distribuição, em função dos resultados. Os pontos de recompensa são distribuídos todas as semanas. Tudo está articulado com a opção "champions".

Menção para o novo HUB, com um aspecto bastante detalhado mas de fácil leitura. Não é uma revolução perante os modelos anteriores mas continua a primar pelo acesso rápido e simplificado, de navegação fluida. O conteúdo de FUT 19 abrange as competições da UEFA: Champions League, Europa League e Supercup, com actualizações regulares e reflexos no jogo.

3
Tyler Blair - à esquerda - desafiando um adversário num amigável de FIFA 19

Ao nível da apresentação, os jogadores estão agora modelados em 3D, depois de os resgatarem das caixinhas. Há uma breve animação que deixa ver o atleta executar um movimento. Neste caso Tyler Blair mostrou-nos a animação de Neymar, não a rebolar em campo depois de um toque do adversário, mas num toque de habilidade. Por outro lado, o quadro do jogador tem mais dados, observados na sua "ficha".

Não faltarão os jogadores icónicos como Rivaldo, Cruyff, Lampard, Clarence Seedorf, Raul, Makélélé, Miroslav Klose e Cannavaro, grande parte deles jogadores que para além de terem representado os seus clubes nos respectivos campeonatos, ainda se notabilizaram na Champions League. Transferi-los será mais célere, afiança o produtor, destacando uma funcionalidade chamada "player pick" que nos deixa escolher o atleta que funciona melhor, melhorando as recompensas. Por fim, as tácticas dinâmicas também poderão ser utilizadas no modo FUT. Com destaque para as Division Rivals, FUT deverá proporcionar mais uma fonte de actividade por parte dos fãs deste popular modo de jogo, podendo criar a equipa com que sempre sonharam, juntando alguns futebolistas que já espalharam classe pelos relvados.

Publicidade

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Mais artigos pelo Vítor Alexandre

Comentários (1)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

FIFA 19 - jogadores cinco estrelas, todos os movimentos cinco estrelas e como os executar

Tudo o que precisas de saber para montares uma equipa de sonho em FIFA 19.

Jogadores de Soulcalibur 6 lutam com os seus terroríficos pénis no online

O modo editor de personagens permite coisas inacreditáveis!

Xenoblade Musou agrada à Koei Tecmo

Ys Musou também é um dos desejos.

Tekken 7 vendeu 3 milhões num ano

Bandai Namco comemora com imagem.

Últimas

Jogadores de Soulcalibur 6 lutam com os seus terroríficos pénis no online

O modo editor de personagens permite coisas inacreditáveis!

Xenoblade Musou agrada à Koei Tecmo

Ys Musou também é um dos desejos.

Tekken 7 vendeu 3 milhões num ano

Bandai Namco comemora com imagem.

Netflix cancela série Luke Cage

Tal como aconteceu com Iron Fist.

Publicidade