O Xbox Game Pass é neste momento um dos melhores serviços que a Microsoft tem para oferecer.

Com um catálogo que excede 100 títulos disponíveis, este serviço de subscrição permite aos utilizadores da Xbox One ter acesso a uma grande quantidade de jogos por 29.99 euros a cada três meses. É efectivamente aquilo que de mais parecido existe à Netflix nos videojogos, deixando que os subscritores tenham acesso ilimitado aos conteúdos desde que a subscrição esteja activa.

Com o serviço a ficar cada vez mais relevante na plataforma da Microsoft, até porque os futuros grandes títulos da marca serão lançados simultâneamente no Xbox Game Pass, tal como já aconteceu com Sea of Thieves e State of Decay 2, achamos por bem criar uma lista com os melhores jogos disponíveis no Xbox Game Pass.

O Xbox Game Pass não oferece apenas jogos da Xbox One. Graças à retrocompatibilidade, a biblioteca do Xbox Game Pass oferece também títulos da Xbox 360 e até da primeira Xbox. Não fiques admirado se os encontrares ao longo desta lista.

Sunset Overdrive

Este jogo desenvolvido pela Insomniac Games, que agora estão a desenvolver Spider-Man para a PlayStation 4, é uma pérola injustamente ignorada. Agora que está disponível no Xbox Game Pass, já não há desculpa para continuar sem jogar. Com um mundo colorido e construído a pensar na diversão constante, Sunset Overdrive nunca se torna aborrecido.

Oferece uma jogabilidade diversificada graças às opções de personalização, dá imenso gozo deslizar rapidamente pela cidade ao som de uma banda sonora Punk Rock eletrizante, e graficamente é irresistível. A estes três ingredientes a Insomniac Games juntou algum humor, muito insanidade e liberdade criativa sem limites. No final, da panela surge Sunset Overdrive.

Devil May Cry 4 Special Edition

Este jogo está na lista por duas razões: a primeira é que Devil May Cry 5 foi anunciado oficialmente na E3 2018 e, se nunca tiveste contacto com a série, podes começar com Devil May Cry 4 para te começares a ambientar. Para além disto, a história do próximo jogo será uma continuação directa, pelo que é importante que saibas o que aconteceu anteriormente.

A segunda razão é que Devil May Cry 4: Special Edition é por si só um jogo de acção e combate competente, pecando apenas pela segunda parte que é basicamente igual à primeira mas jogada de trás para a frente. No entanto, para quem coloca a jogabilidade acima de tudo, esta Special Edition é do melhor que há, oferendo o maior leque de personagens jogáveis da série e uma grande quantidade de combinações.

A única questão é: será que os teus combos são Smokin Sick Style?

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Mais artigos pelo Jorge Loureiro

Comentários (31)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Red Dead Redemption 2 foi o mais vendido na PS Store em Novembro

Battlefield V em quinto e Fallout 76 em sétimo.

Red Dead Online recebe micro-transacções

Compra barras de ouro com dinheiro real.

Suda51 já delineou o que quer em No More Heroes 3

Quer remasters Switch dos dois primeiros.

Últimas

Red Dead Redemption 2 foi o mais vendido na PS Store em Novembro

Battlefield V em quinto e Fallout 76 em sétimo.

Red Dead Online recebe micro-transacções

Compra barras de ouro com dinheiro real.

Suda51 já delineou o que quer em No More Heroes 3

Quer remasters Switch dos dois primeiros.

Publicidade