Sam Riviera nasceu no México, mas há muito tempo que está a viver e a trabalhar no Canadá, onde pôde dar seguimento à sua veia criativa da produção de videojogos, ao serviço da Electronic Arts, numa das mais importantes franquias de futebol, a série FIFA. Actualmente ocupa a posição de "lead gameplay producer", passando por ele todos os pontos relevantes em termos de jogabilidade. Conversamos com este produtor alguns minutos após o contacto com a demonstração de FIFA 19, no estádio Wanda Metropolitano, desde 2017 a nova casa do Atlético de Madrid e o palco da final da edição 2018/2019 da Liga dos Campeões.

Eurogamer PT: Qual é na sua opinião a mais importante componente de FIFA 19? Há a Champions League, a inclusão do terceiro capítulo do modo Journey

Sam Riviera: É difícil nomear apenas uma, mas eu penso que a Champions League, com aquilo que significa como torneio e pela sua importância, é uma componente capital. Tê-la em FIFA depois de ter sido muito solicitada pelos fãs, poder integrá-la nos diferentes modos fez toda a diferença. Claro que poderás experimentar mais coisas fruto desta implementação da Champions League.

Mas no final, o aspecto do jogo e sobretudo a forma como funciona e a jogabilidade que proporciona, é onde vais passar a maior parte do tempo e encontrar o divertimento. Essa vertente está melhor este ano, existem imensas melhorias na jogabilidade. Se acrescentares a isso os vários modos de jogo, a variedade de licenças e a variedade de ferramentas que colocamos no jogo vais ver que este é o melhor jogo de sempre de futebol.

1
Sam Riviera é o principal responsável pela jogabilidade de FIFA 19.

Eurogamer PT: Em termos de animações verifica-se um grande salto, até quando os jogadores se enfrentam pela disputa da bola. Essa é uma área pela qual esteve envolvido directamente enquanto produtor. Foi uma forma de tornar os jogos mais autênticos?

Sam Riviera: Completamente, os jogadores sempre demonstraram o seu instinto em ir atrás da bola. Isso é mais próprio do futebol, em termos de batalhas 50/50, quando competes pela bola, as animações regulares e a fluidez, o movimento na trajectória da bola e dos movimentos dos jogadores é o que se pode caracterizar como futebol. Isso cria uma experiência mais autêntica e natural. Foi um processo intencional, para que o resultado dessas situações fosse mais imprevisível.

Eurogamer PT: Ao mesmo tempo os jogadores conseguem criar novas situações para golos incríveis como aqueles que vimos na Liga dos Campeões, do Ronaldo à Juventus e de Bale ao Liverpool.

Sam Riviera: Exactamente. Isso faz parte das novas funcionalidades, que correspondem a mais ferramentas, sobre como queres rematar, como queres que as coisas aconteçam.

Eurogamer PT: Há também uma nova forma de personalizar as equipas e organizar a táctica no segmento defensivo e ofensivo. Isso foi sugerido pelos fãs?

Sam Riviera: Foi um grande pedido da parte dos jogadores que entram em competições. Eles queriam mudar as táticas sem ter que pausar o jogo. Isso é muito importante. Nós damos-te a possibilidade de personalizar as diferentes mentalidades. Normalmente, se estás a perder lanças-te ao ataque ou se estiveres a ganhar estacionas o autocarro. No novo sistema decides que táctica usar, que instrução será enviada para o campo. É o teu "set up" da táctica e não a instrução mais genérica que dávamos antes. Em termos de opções e ferramentas é um grande avanço, ajuda-te a tornar melhor no jogo.

2
FIFA 19 recebeu imensas novas animações e um sistema de toque activo.

Eurogamer PT: No campo das licenças, haverá novas ligas?

Sam Riviera: Haverá notícias sobre isso mas provavelmente serão anunciadas as novidades por ocasião da Gamescom.

Eurogamer PT: No que respeita à capa do jogo, em virtude da passagem do Cristiano Ronaldo do Real para a Juventus, ele continuará na capa?

Sam Riviera: Todos os anos há mudanças mas a deste ano é muito importante, mas tentamos adaptar para que os dados estejam actualizados. Ainda não podemos dizer como será a capa, mas podemos dizer que o Ronaldo vai lá estar, só que ainda não podemos entrar em mais detalhes porque ainda estamos a trabalhar nisso.

3
A Liga dos Campeões, uma das adições à presente edição, está integrada nos diversos modos de jogo.

Eurogamer PT: Pode dizer que o Ronaldo é o jogador de FIFA 19 com as melhores estatísticas?

Sam Riviera: (Risos) Isso depende do dado estatístico que estejas à procura. Mas provavelmente é um dos melhores. Há uma equipa encarregue de colocar os dados em cada um dos jogadores. Eles têm o historial da sua performance. Eu não sou perito nisso. Mas sei seguramente que é um dos melhores jogadores.

Eurogamer PT: Uma última questão, sobre a conexão do modo Journey com a Champions League. Em que ponto se dá essa ligação?

Sam Riviera: O Alex Hunter vai tentar vencer a Liga dos Campeões e por isso poderás desfrutar dessa competição no modo Journey, este ano.

Publicidade

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Mais artigos pelo Vítor Alexandre