Sam Riviera nasceu no México, mas há muito tempo que está a viver e a trabalhar no Canadá, onde pôde dar seguimento à sua veia criativa da produção de videojogos, ao serviço da Electronic Arts, numa das mais importantes franquias de futebol, a série FIFA. Actualmente ocupa a posição de "lead gameplay producer", passando por ele todos os pontos relevantes em termos de jogabilidade. Conversamos com este produtor alguns minutos após o contacto com a demonstração de FIFA 19, no estádio Wanda Metropolitano, desde 2017 a nova casa do Atlético de Madrid e o palco da final da edição 2018/2019 da Liga dos Campeões.

Eurogamer PT: Qual é na sua opinião a mais importante componente de FIFA 19? Há a Champions League, a inclusão do terceiro capítulo do modo Journey

Sam Riviera: É difícil nomear apenas uma, mas eu penso que a Champions League, com aquilo que significa como torneio e pela sua importância, é uma componente capital. Tê-la em FIFA depois de ter sido muito solicitada pelos fãs, poder integrá-la nos diferentes modos fez toda a diferença. Claro que poderás experimentar mais coisas fruto desta implementação da Champions League.

Mas no final, o aspecto do jogo e sobretudo a forma como funciona e a jogabilidade que proporciona, é onde vais passar a maior parte do tempo e encontrar o divertimento. Essa vertente está melhor este ano, existem imensas melhorias na jogabilidade. Se acrescentares a isso os vários modos de jogo, a variedade de licenças e a variedade de ferramentas que colocamos no jogo vais ver que este é o melhor jogo de sempre de futebol.

1
Sam Riviera é o principal responsável pela jogabilidade de FIFA 19.

Eurogamer PT: Em termos de animações verifica-se um grande salto, até quando os jogadores se enfrentam pela disputa da bola. Essa é uma área pela qual esteve envolvido directamente enquanto produtor. Foi uma forma de tornar os jogos mais autênticos?

Sam Riviera: Completamente, os jogadores sempre demonstraram o seu instinto em ir atrás da bola. Isso é mais próprio do futebol, em termos de batalhas 50/50, quando competes pela bola, as animações regulares e a fluidez, o movimento na trajectória da bola e dos movimentos dos jogadores é o que se pode caracterizar como futebol. Isso cria uma experiência mais autêntica e natural. Foi um processo intencional, para que o resultado dessas situações fosse mais imprevisível.

Eurogamer PT: Ao mesmo tempo os jogadores conseguem criar novas situações para golos incríveis como aqueles que vimos na Liga dos Campeões, do Ronaldo à Juventus e de Bale ao Liverpool.

Sam Riviera: Exactamente. Isso faz parte das novas funcionalidades, que correspondem a mais ferramentas, sobre como queres rematar, como queres que as coisas aconteçam.

Eurogamer PT: Há também uma nova forma de personalizar as equipas e organizar a táctica no segmento defensivo e ofensivo. Isso foi sugerido pelos fãs?

Sam Riviera: Foi um grande pedido da parte dos jogadores que entram em competições. Eles queriam mudar as táticas sem ter que pausar o jogo. Isso é muito importante. Nós damos-te a possibilidade de personalizar as diferentes mentalidades. Normalmente, se estás a perder lanças-te ao ataque ou se estiveres a ganhar estacionas o autocarro. No novo sistema decides que táctica usar, que instrução será enviada para o campo. É o teu "set up" da táctica e não a instrução mais genérica que dávamos antes. Em termos de opções e ferramentas é um grande avanço, ajuda-te a tornar melhor no jogo.

2
FIFA 19 recebeu imensas novas animações e um sistema de toque activo.

Eurogamer PT: No campo das licenças, haverá novas ligas?

Sam Riviera: Haverá notícias sobre isso mas provavelmente serão anunciadas as novidades por ocasião da Gamescom.

Eurogamer PT: No que respeita à capa do jogo, em virtude da passagem do Cristiano Ronaldo do Real para a Juventus, ele continuará na capa?

Sam Riviera: Todos os anos há mudanças mas a deste ano é muito importante, mas tentamos adaptar para que os dados estejam actualizados. Ainda não podemos dizer como será a capa, mas podemos dizer que o Ronaldo vai lá estar, só que ainda não podemos entrar em mais detalhes porque ainda estamos a trabalhar nisso.

3
A Liga dos Campeões, uma das adições à presente edição, está integrada nos diversos modos de jogo.

Eurogamer PT: Pode dizer que o Ronaldo é o jogador de FIFA 19 com as melhores estatísticas?

Sam Riviera: (Risos) Isso depende do dado estatístico que estejas à procura. Mas provavelmente é um dos melhores. Há uma equipa encarregue de colocar os dados em cada um dos jogadores. Eles têm o historial da sua performance. Eu não sou perito nisso. Mas sei seguramente que é um dos melhores jogadores.

Eurogamer PT: Uma última questão, sobre a conexão do modo Journey com a Champions League. Em que ponto se dá essa ligação?

Sam Riviera: O Alex Hunter vai tentar vencer a Liga dos Campeões e por isso poderás desfrutar dessa competição no modo Journey, este ano.

Publicidade

Sobre o Autor

Vítor Alexandre

Vítor Alexandre

Redator

Adepto de automóveis é assim por direito o nosso piloto de serviço. Mas o Vítor é outro que não falha um bom old school e é adepto ferrenho das novas produções criativas. Para além de que é corredor de Maratona. Mas não esquece os pastéis de Fão.

Mais artigos pelo Vítor Alexandre

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados