Take-Two diz que o interesse no singleplayer se mantém

Diz que não usará o battle royale só porque sim.

Red Dead Redemption 2 é um dos jogos mais aguardados do ano e numa actualidade em que a validade das campanhas singleplayer são discutidas pelas editoras e o battle royale é a moda, são muitas as questões em torno do jogo.

A Rockstar Games apostará numa campanha épica e até ao momento ainda não revelou muito sobre o multi-jogador, deixando questões se vai aderir à moda, tal como outras séries fizeram.

Strauss Zelnick, director executivo da Take-Two, dona da Rockstar Games, falou com o GameDaily sobre o actual estado da indústria e como os grandes sucessos da actualidade podem afectar os seus títulos, afirmando que o interesse no singleplayer não desapareceu.

"A minha preocupação é que, visto de outra perspectiva, o 'Queremos criar jogos como um serviço', falha o objectivo. Estamos no ramo do entretenimento e não existem razões para acreditar que os consumidores perderam interesse no singleplayer se o singleplayer for bom," disse Zelnick.

"O nosso interesse não é o jogos como um serviço ou o singleplayer ou o multi-jogador ou o episódico. O nosso interesse é cativar e interagir com os consumidores através do melhor entretenimento criado, de qualquer tipo, e se fizermos isso e depois dermos aos nossos consumidores mais coisas fixes deverá funcionar bem e naturalmente, as receitas e os lucros seguirão."

Zelnick diz que o importante é criar conteúdos que sejam apelativos para os consumidores que nunca esconderam o desejo de criar formas de manter os jogadores a jogar os seus jogos muito depois do lançamento.

"Temos o online de Red Dead a caminho e a Rockstar anunciou isso, claramente está preparado para ser uma expressão de envolvimento contínuo após a venda inicial. Nós ainda não falamos foi do caminho para a monetização porque não é a nossa principal preocupação. A nossa principal preocupação é manter os consumidores envolvidos."

Sobre o popular battle royale, Zelnick diz que apesar do sucesso de Fortnite deixar qualquer companhia a pensar que gostaria de ter sido a sua criadora, não vão copiar mecânicas de sucesso só porque sim.

"Usamos mecânicas battle royale antes. Não o descartamos, mas qualquer mecânica que usas desejarás que seja em serviço da experiência principal, focada no consumidor. Na nossa perspectiva, não seria motivada pelas receitas."

Zelnick diz que se te baseares muito no sucesso de outros, praticamente garantirás que não terás sucesso próprio pois ninguém quer um clone de Fornite e que de forma alguma querem criar uma versão de Fortnite, pois não acredita de forma alguma que teria sucesso.

"Não podes de forma alguma acreditar que o battle royale é a única mecânica que capturou a atenção das pessoas que interagem com o entretenimento. Se estás ocupado a cloná-lo, chegarás ao mercado dentro de três anos. Boa sorte para ti. Não achadas que existirá outro sucesso entre agora e depois? Eu acredito que sim. Penso que será um sucesso que clona Fortnite? Não."

Red Dead Redemption 2 chegará às lojas a 26 de Outubro e segundo Zelnick, a Rockstar Games não está ocupada a copiar os outros, está ocupada a criar um novo épico com o potencial para se tornar numa nova máquina de fazer dinheiro.

Publicidade

Salta para os comentários (30)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

PS5 e Xbox Series X confirmadas para o Tokyo Game Show

Japoneses vão experimentar jogos de nova geração.

Dreams ganha data de lançamento

Sairá do Acesso Antecipado em Fevereiro.

Estúdios third-party podem agora criar jogos de League of Legends

Riot Games abre o seu universo a outros produtores.

Grand Theft Auto Online está cada vez mais popular

Seis anos depois, é uma máquina de gerar dinheiro.

Também no site...

Comentários (30)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários