Quantic Dream fala da arte em Detroit

O lado artístico da aventura.

Detroit: Become Human está quase a chegar às lojas e a Quantic Dream apresenta-te um novo vídeo onde explora a arte a partir da qual o mundo do jogo e personagens ganharam vida.

David Cage, responsável máximo pelo desenvolvimento de Detroit: Become Human, falou sobre o processo de desenvolvimento e como tudo começou ao imaginar uma andróide chamada Kara.

"Quando começámos a trabalhar nesta história, começámos a imaginar de que forma foi criado o andróide Kara, e imediatamente ocorreu-nos que a cidade perfeita para esse imaginário seria Detroit".

"É uma cidade que só por si já conta com uma memória histórica bastante forte, marcada por diversos acontecimentos e transformações ao longo destes anos, e quando a equipa visitou Detroit, confirmámos que tínhamos feito a escolha certa, e que se tratava da cidade perfeita para uma história sobre lutar por uma vida melhor, e por renascer", disse Cage.

Cristophe Brusseaux, Graphic Director da Quantic Dream, também falou sobre o jogo e como combina paisagens naturais com uma forte componente industrial, o que despoletou o imaginário dos artistas.

"O aspecto diferenciador de Detroit, que conjuga os resquícios de uma forte componente industrial, com várias paisagens naturais, o que fez com que a equipa de designers gráficos do jogo se sentisse como uma criança em pleno recreio."

"Não queríamos de maneira alguma criar um universo de ficção científica, mas sim antecipar o aspecto que Detroit poderia ter em 2038, que apesar de tudo é um futuro bastante próximo. Tivemos que criar diversos objetos e componentes tecnológicos que ainda não existem atualmente, mas que são perfeitamente credíveis, e fáceis de identificar como uma tecnologia a que poderemos ter acesso dentro de poucos anos".

Detroit: Become Human chegará a 25 de Maio.

Publicidade

Salta para os comentários (1)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (1)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários