Numa altura em que tanto a PlayStation como a Nintendo estão a obter sucesso com as suas consolas - e tanto uma como outra apostam largamente em títulos exclusivos - parece estranho surgir alguém que diga que os exclusivos de uma consola não têm importância... no entanto, foi precisamente isso o que Michael Pachter fez.

Michael Pachter é um analista da Wedbush Securities e que ficou célebre pelas suas previsões quando aparecia no Gametrailers. Em relação à questão dos exclusivos e da sua importância para as consolas, Pachter disse ao Gamingbolt que "não estou seguro que os exclusivos de consolas têm tanta importância como antes".

"O que quero dizer é, quando a Sony lançou a PlayStation, tinham que ter muitos exclusivos porque precisavam de demonstrar porque razão trocarias a Nintendo por eles. Estas coisas estão tão bem estabelecidas agora que, não acredito que precisem ainda de um tremendo apoio first-party," explicou Michael Pachter.

"De facto, não estou seguro de que o apoio first-party seja a razão pela qual a maioria das pessoas compram consolas PlayStation. Penso que compram a PS4 porque é um excelente dispositivo e porque gostam mais da PSN do que o Xbox Live, e porque tem muitos conteúdos, tanto third como first party. Acredito que um grande factor seja a exclusividade temporária de DLCs para Call of Duty no mercado das massas... acredito que isso ajudou."

"Acredito que um grande factor seja a exclusividade temporária de DLCs para Call of Duty"

Em relação à posição da Microsoft, Michael Pachter disse que "a Microsoft está bem. Os seus exclusivos first-party não são necessariamente maus jogos, penso que apenas têm mercados mais pequenos, porque não têm o largo apelo que um jogo da Sony ou da Nintendo têm."

O analista defenda que a Sony especializou-se em jogos single-player, enquanto a Microsoft colocou os seus recursos no multijogador, daí que a companhia responsável pela Xbox tenham menos jogos single-player de referência.

"Pessoalmente penso que a Sony fez um excelente trabalho em focar-se em jogos single-player. A Microsoft está comprometida com o multijogador e não têm feito um excelente trabalho com o single-player."

O que é tu pensas perante estas declarações de Michael Pachter? Achas que os exclusivos já não têm tanto penso nas consolas?

Publicidade

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Mais artigos pelo Jorge Loureiro

Comentários (111)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários

Conteúdos relacionados

Gran Turismo Sport receberá 5 carros em Março

Actualização chegará no início do mês.

Rumor - Xbox Game Pass a caminho da Switch

Juntamente com alguns jogos como Cuphead e Ori.

Phil Spencer diz que as análises ajudam a melhorar

São uma forma de ganhar perspectiva.

Shenmue 3 recebe imagem com Wuying Ren

Uma outra com um interior.

Últimas

Gran Turismo Sport receberá 5 carros em Março

Actualização chegará no início do mês.

Rumor - Xbox Game Pass a caminho da Switch

Juntamente com alguns jogos como Cuphead e Ori.

Phil Spencer diz que as análises ajudam a melhorar

São uma forma de ganhar perspectiva.

Shenmue 3 recebe imagem com Wuying Ren

Uma outra com um interior.

Publicidade