Nintendo queria SNK Heroines como exclusivo Switch

Será a única versão em formato físico.

SNK Heroines: Tag Team Frenzy está a caminho da Nintendo Switch e da PlayStation 4, mas segundo revelado por Takuro Yamashita, presidente da Nippon Ichi Software America, a Nintendo queria-o como exclusivo.

Yamashita conversou com o MCV sobre como os seus jogos estão a vender mais unidades na Switch do que na PlayStation 4 e sobre como a Nintendo abordou a SNK para trabalhar numa parceria exclusiva.

"Vou-te revelar um segredo! Originalmente, assinamos com a SNK para lançar SNK Heroines apenas na PS4. No ano passado surgiu uma oportunidade na Gamescom, duas third-party juntaram-se inesperadamente fora da sala de reuniões da Nintendo. A primeira reunião foi entre a NISA America e a Nintendo of Europe e a outra foi entre a SNK e a NOE," disse Yamashita.

"Após essa reunião, pessoas influentes da SNK vieram ao nosso espaço e disseram, 'Senhor Yamashita, é possível cancelar o nosso contracto na PS4? A Nintendo quer trabalhar neste título como um exclusivo!"

SNK Heroines não se tornou num exclusivo Nintendo Switch, mas o acordo entre as três partes permite à versão da híbrida tornar-se na única que terá direito a lançamento em formato físico. A Nintendo servirá ainda como a distribuidora do jogo e ajudará na sua promoção.

Sobre as vendas, Yamashita acrescentou ainda que os jogos que são lançados ao mesmo tempo na PS4 e Switch estão a começar a vender mais unidades na consola da Nintendo, algo que os está a entusiasmar.

"Estamos a começar a fazer mais na Nintendo Switch. SNK Heroines não é único. Eles apoiam-nos de uma boa maneira. Comparado com isso, a Sony não é amigável para as pequenas editoras como nós," disse Yamashita.

"Apenas se preocupam com as grandes companhias Japonesas. Se lançamos em simultâneo uma versão Switch e PS4 do mesmo, actualmente a tendência das vendas é de dois para um. Isso significa que a versão Switch vende o dobro da versão PS4. Em formatos físico e digital. Estão a sair muitos jogos PS4, o mercado é muito competitivo. Comparado com isso, o mercado Switch ainda tem espaço para as editoras fazerem dinheiro."

Salta para os comentários (19)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários