Cory Barlog liderou a equipa na Sony Santa Monica Studios que desenvolveu God of War, aguardado exclusivo PlayStation 4, e numa recente entrevista voltou a defender os jogos singleplayer focados na narrativa.

Barlog já havia defendido a importância destas experiências na nossa indústria, mas em conversa com o USGamer, relembrou um dos piores momentos da história da Sony Santa Monica e de como o desafio em criar um jogo melhor, criar um jogo divertido e fácil de pegar os motivou.

"É por isso que os jogos singleplayer são espectaculares. Ainda sinto que tenho aquela experiência que tinha quando andava na escola e pensava 'Mal posso esperar para chegar a casa. Serei transportado para um novo mundo.' Os fantásticos filmes de fantasia dos anos 80 ainda são inspirações, como The Neverending Story," disse Barlog.

"As pessoas olham para mim de forma estranha quando digo que isso é uma inspiração e dizem, 'Mas isso é um filme para crianças'. Eu respondo, 'Não, é um filme espectacular!' É um espectacular mundo que está a pintar esta imagem fantástica de um mundo que não conhecemos. Legend, Labyrinth, Ladyhawk - qualquer filme dos anos 80 com um L. Estes filmes ajudaram a formar quem sou. Ainda me inspiram."

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.